Ludwika Paleta

Nomes Alternativos: Ludwika Paleta Paciorek

Data de Nascimento: 29 de Novembro de 1978 (36 anos)

Local de Nascimento: Cracóvia, Polônia

Pais: Polônia

Sexo: Feminino

Biografia

Atriz de origem polonesa, mudou-se para o México aos três anos. Na novela, interpretava uma menina mimada e racista, filha de pai rico. É a mais bem-sucedida do grupo: atuou em novelas com Gael Garcia Bernal e Thalia, virando musa mexicana. Casou-se, teve um filho, e separou-se depois de 11 anos de casamento. Este ano, mudou-se para a Argentina, onde protagoniza uma novela. Durante reencontro com os colegas de "Carrossel", em 2007, emocionou-se. “Há 15 anos não nos víamos, vivíamos como irmãos. Viajamos juntos, tomávamos café e almoçávamos juntos. Era uma família.”

É filha do violinista Zbigniew Paleta e da artista plástica Barbara Paciorek Paleta, é irmã da atriz Dominika Paleta, e tem um meio irmão Facundo Paleta Stevens. Obteve seu primeiro papel aos 10 anos quando sua irmã Dominika a levou para um teste para participar de uma das telenovelas mais memoráveis da América Latina, Carrossel, interpretando a menina racista e esnobe Maria Joaquina.
Três anos mais tarde, foi a protagonista na novela El abuelo y yo, que deu vida a "Alejandra", ao lado do já famoso Gael Garcia Bernal. Algum tempo depois ela se afastou das telas, e foi para a Europa estudar e retornou ao trabalho só em 1996, dando nova vida a uma personagem mimada e detestável, "Tita", ao lado de Thalia em María la del Barrio.

Depois atuou em Huracán, no ano de 1998, com Angélica Rivera e Eduardo Palomo.
Nesse mesmo ano, ela participou da novela Chiquititas e interpletou Zoé amante do Espetor Peterlongo que é interpretado por Fernando Colunga, e que Zoé era interesseira tinha inveja de Belén que é interpletada por Adela Noriega e que Zoé fazia de tudo para que Belén não fique com Martín que é interpretado por Gustavo Rojo.

Nesse mesmo tempo, ela conheceu Plutarco Haza, porque quem se apaixonou, casou e teve um filho chamado Nicholas. Quando seu filho completou um ano de idade, decidiu que já tinha passado um período razoável de tempo afastada das telas, e aceitou o convite para estrelar a novela de Emilio Larrosa, Amigas y rivales. Nesta novela, deu vida a uma garota muito desorientada, alcoólatra e drogada.
Em 2003 participou da novela Niña... amada mía interpretando a personagem de 'Carolina'.

No mesmo ano, se aventurou no mundo do cinema, um dos papéis no filme "Corazón de melón", com quem voltou a trabalhar com Christina Pastor. Ambas já haviam contracenado na novela "Amigas e Rivais". No filme, Ludwika é uma bela, mas arrogante moça que não se conforma em ver o seu amado apaixonado pela gordinha e carinhosa personagem de Christina Pastor.

Em 2004, atou em Mujer de madera, outra telenovela produzida por Emilio Larrosa. Apesar de ter se casado com Plutarco Haza em 1997, foi no dia 18 dez 2004, que se casou na Igreja. Em 2005, ela participou de um curta-metragem, de Lorena Maza.
Em 2006, na novela Duelo de pasiones ao lado de Sergio Goyri, Erika Buenfil e Pablo Montero com quem dizem ela teve um fugaz romance que ameaçou o seu casamento. Nesse mesmo ano, posa pela primeira vez com pouca roupa para uma revista masculina.
Em 2007 participa na novela Palabra de Mujer, sob a produção de José Alberto Castro e no filme Polvo de ángel ao lado Plutarco Haza e Julio Bracho. Mais tarde no mesmo ano, voltou a trabalhar com o marido em El libro de piedrafitas e Propiedad ajena.
Em agosto de 2008, anunciou a sua ruptura definitiva com Plutarco Haza, após onze anos de casamento. Algumas semanas mais tarde, começou um relacionamento com o ator cubano Alberto Guerra

Já em 2009 Ludwika se muda com seu filho, para protagonizar a telenovela mexicana Los Exitosos Pérez, que é ambientada na Argentina e é um remake da série argentina Los exitosos Pells