filmow.com/usuario/laine-ramos/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > laine-ramos
22 years, Rio de janeiro (BRA)
Usuária desde Junho de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Laíne

    Já tinha baixado esse filme pra mais de ano, mas fui deixando pra depois. Assisti "Room" hoje e, totalmente arrebatada pela atuação da Brie, resolvi, finalmente, dar uma chance a "Short Term 12".
    E, mais uma vez, temos essa atriz em uma atuação incrível! É um prazer ver sua atuação, perceber o quanto ela vai bem em papéis em que é necessário criar um vínculo com o outro. Assim como em "Room", aqui ela também assume uma postura maternal, de cuidado mesmo com as pessoas que a rodeiam. E ela faz tudo isso de uma forma extremamente natural, uma atriz que passa muita verdade em cena.
    Nos dois filmes, podemos perceber o quanto nossa natureza é frágil, e quanto mais fortes tentamos aparentamos parecer, mais frágeis nos tornamos internamente. Ninguém se sustenta sozinho, não é possível absorver tanto dos outros e não parar um segundo pra curar as próprias feridas.
    Cada personagem tem uma história mais pesada que a outra, de você ver e pensar o quanto a vida pode ser uma merda. Apesar de tudo. os cuidadores ainda conseguem levar uma luz para a vida dessas crianças. Belíssimo!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Laíne

    O tipo de filme que te traz tantas emoções, que você é incapaz de descrever o que está sentindo. Mesmo após o término, as cenas de Joy e Jack permanecem. Impossível assistir e não se comover, não há nada, nada nesse mundo tão poderoso quanto o amor de uma mãe por seu filho, e tudo que ele oferece à ela de volta.
    Sinceramente, esse filme é uma das coisas mais belas que eu já vi (me lembra muito "A Vida é Bela", pelos sentimentos fraternais que os dois tão bem desenvolvem).
    Um filme sobre superação, sonhos, força, sobre acreditar que pode ir muito além do que as paredes que te rodeiam, que, sim, há todo um mundo maravilhoso fora delas, e, finalmente, sobre o insuperável amor de uma mãe pelo seu filho. LINDO!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Laíne

    Bom, como todo mundo está falando da atuação do Mark Ruffalo (que é relamente excelente), gostaria de ressaltar o papel da Zoe Saldana neste filme. Se de um lado temos um homem tentando lutar contra a sua doença e cuidar das filhas, do outro temos uma mulher negra que abdicou da família, de acompanhar o crescimento das filha para dar um futuro melhor à elas.
    Eu fico pensando no quanto as mulheres estão sempre abrindo mão de si mesmas, de coisas do que elas desejam em prol de algo. Neste caso, a gente tem essa mãe que se mudou para outro estado, voltou a estudar, foi em busca de um trabalho muito melhor, mas que ao mesmo tempo lhe retirou muitas coisas, para dar melhores condições de vida à sua família. Isso é incrível e eu acho que merece ser bem destacado.
    Outro ponto que merece ser salientado é que o filme discute também questões como racismo e o machismo, de forma sutil, porém ainda assim importante.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.