Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Glenda Jackson (I)

Glenda Jackson (I)

Nomes Alternativos: Glenda May Jackson

39Número de Fãs

Nascimento: 9 de Maio de 1936 (81 years)

Birkenhead, Wirral, Inglaterra - Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte

É uma atriz e política britânica nascida na Inglaterra e vencedora de dois Oscar de melhor atriz.

Após formar-se pelo RADA, em Bloomsbury, Em 1957 Glenda Jackson iniciou a carreira no teatro com a peça Separate Tables de Terence Rattingan. Estreou no cinema seis anos depois com o filme This Porting Life de 1963. Mais Tarde trabalhou com Peter Brook em "Marat Sade", interpretando Charlotte Corday. Já reconhecida no teatro, ganhou fama internacional ao protagonizar dois filme de Ken Russell: Mulheres Apaixonadas (Woman in Love), onde interpreta a escultora e artista plástica Gudrun Brangwen, filme que lhe valeu seu primeiro "Oscar de Melhor Atriz"; e depois "Delírio de Amor" (The Music Lovers), no papel de "Antonina Miliukova" esposa do compositor romântico russo "Tchaikovsky", interpretado por Richard Chamberlain.
Por aceitar papéis controversos que muitas atrizes recusavam, Glenda Jackson adicionou à sua imagem a fama de fazer qualquer sacrifício pela sua arte. Provou isso ao interpretar a "Rainha Elizabeth I" em Elizabeth R., serie da BBC de 1971. Para o filme, Glenda teve que raspar a parte da frente do cabelo, fazendo com que se parecesse mais com a rainha, sendo sua interpretação nesta serie considerada "o retrato mais real da amada Elizabeth I da Inglaterra". Recebeu dois Emmys por esse seu trabalho. No mesmo ano, Glenda interpretou novamente a "Rainha Elizabeth I", só que no filme "Mary, Rainha da Escócia" (Mary, Queen of scots), ao lado de Vanessa Redgrave que atuava no papel da personagem titulo. Também em 1971, Glenda apareceu no show "Morecambe e Wise", sendo Cleópatra em um sketch de comédia.
Vendo seu potencial para comédias, o cineastra "Melvin Frank" ofereceu-lhe o papel que lhe daria seu segundo Oscar de Melhor Atriz, o da estilista fajuta, Vicki Alessio, em "Um Toque de Classe" (A Touch of Class). Com sua vitória no oscar por este filme, aparentemente os produtores de "Morecambe e Wise" teriam lhe enviado um telegrama que dizia:"Fique conosco, pequena, e nós vamos chegar a um terceiro!". Foi nomeada em 1978, Comendadora da Ordem Britânica. E em 1983, teve um teatro com seu nome, o Glenda Jackson Theatre, mas que foi demolido em 2003 para dar lugar a um lotemento novo em 2004. Vencedora de dois prêmios Oscars de melhor atriz, o primeiro em 1970 por "Mulheres Apaixonadas" e o segundo em 1974 por "Um Toque de Classe", ela também conquistou prêmios importantes como o Globo de Ouro, o Bafta e o de melhor atriz no Festival de San Sebastian e no Festival de Montreal.

Cônjuge: Roy Hodges (de 1958 a 1976)
Filho: Daniel Pearce Jackson Hodges