Hallelujah the Hills - A Romance

1963

Hallelujah the Hills - A Romance

Dirigido por:
Média geral 0.0
baseado em 0 votos
Sua avaliação:
salvando
16 - Não recomendado para menores de 16 anos 82 minutos

Um filme de baixo orçamento que, à primeira vista, assemelha-se a um espetáculo bizarro ou até non sense. Uma referência nos “anos inocentes" do cinema underground americano, e uma espécie de prazer para alguns cinéfilos.

Trata de dois homens, Jack (Peter Beard) e Leo (Martin Greenbaum), que vão para a floresta purgar sua atração obsessiva por uma mulher chamada Vera, que é interpretada por duas atrizes (Sheila Finn e Peggy Steffans).

O filme usa referências desde filmes de samurai, à nouvelle vague e ao pastelão, constrói um triângulo amoroso, e a trama procura o equilíbrio entre o amor e o ceticismo. Uma certa “alegria de viver” percorre o filme e mesmo a morte torna-se apenas mais uma aventura. “Hallelujah the Hills” sugere que tudo o que você precisa para fazer filmes é a capacidade de sonhar.

Filme de estréia de Adolfas Mekas, selecionado para o primeiro “New York Film Festival” em 1963.

Estreia Mundial:
1963
Outras datas

Elenco de Hallelujah the Hills - A Romance

Denunciar algo errado
Trailers

Comentar: