Manter a linha da cordilheira sem o desmaio da planície

2016

Manter a linha da cordilheira sem o desmaio da planície

Dirigido por:
Média geral 0.0
baseado em 0 votos
Sua avaliação:
salvando

Desde sua estreia com o livro “Palavra“, em 1963, que o colocou no primeiro plano da literatura do país, o poeta carioca Armando Freitas Filho recusa a reverência. Faz poemas como quem pesca seus achados, manuscritos em grandes cadernos em que deixa uma grande margem livre para as quase intermináveis correções. Admirador assumido de Carlos Drummond de Andrade e João Cabral de Melo Neto – “o Fla-Flu da poesia brasileira”, segundo ele -, Armando acredita que a poesia “é uma arte de câmara, não sinfônica” E que ela “não cura, incrementa as feridas”, ao mesmo tempo em que o poeta, todo dia, quer desmentir a certeza da morte.

Estreia Mundial:
2016
Outras datas

Elenco de Manter a linha da cordilheira sem o desmaio da planície

Nenhum.
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: