Você está em
  1. > Home
  2. > Artistas
  3. > Maria Tereza
30Número de Fãs

Nascimento: 13 de Março de 1936 (63 years)

Falecimento: 14 de Agosto de 1999

Cabreúva, São Paulo - Brasil

Foi uma humorista do programa A Praça É Nossa entre maio de 1987 e julho de 1995, na qual interpretou Vamércia, com seu inconfundível bordão "Minha boca é um túmbalo!", hóspede do hotel, em que fazia fofocas com as personagens e Lady Grace Benedita, uma cantora que fingia falar inglês e só enrolava, falando palavras sem sentido em inglês, misturando com o português.

Sua carreira começou quando participou de radionovelas e passou por quase todas as redes nacionais de televisão do Brasil, onde apresentou e participou de vários programas. Foi contratada pela TV Excelsior, onde estreou um programa próprio, Maria Teresa Show. Fez muito sucesso interpretando a personagem "Marieta" em dupla com Murillo Amorim Correa, o "Vitório", tendo gravado sete LPs com estórias deste casal de italianos. Maria Tereza foi a comediante feminina que mais venceu prêmios, tendo ganho vários Troféus Imprensa e prêmios Roquete Pinto, o mais importante prêmio da TV brasileira na década de 60. Na década de 80, interpretou a personagem "Mãe Mundinha", famosa pelo bordão "Quem furunfou, furunfou, quem não furunfou, não furunfa mais", pelo qual ganhou o Troféu Imprensa de 1982. Naquele mesmo ano, Sílvio Santos gravou uma música de carnaval utilizando o bordão de Mãe Mundinha como refrão.

Na década de 70, foi várias vezes censurada e impedida de trabalhar pela ditadura militar, devido às críticas sociais de alguns de seus vários personagens, como o engraxate "Zé Galinha". Outro personagem seu que merece destaque é a velha "Terezoca", que interpretou em parceria com Adoniran Barbosa, o "Charutinho", no programa de rádio "História das Malocas", campeão de audiência da rádio Record na década de 50, e que produziu um LP com a dupla.

Sua carreira de sucesso foi coroada em 1993, quando chegou a ter um programa especial no SBT, chamado Maria Teresa Especial e participou de vários especiais do programa A Praça É Nossa. No dia 14 de agosto de 1999, faleceu de doença de Parkinson.