Paraíso no Inferno

1977

Paraíso no Inferno

Dirigido por:
Média geral 0.0
baseado em 0 votos
Sua avaliação:
salvando
75 minutos

"Um empresário quer firmar um contrato de exclusividade com Edu, um poeta, para que ele e Brasa montem um conjunto de rock e ganhem muito dinheiro. O rapaz reluta, pois quer preservar a sua liberdade. Riza, a amante de Brasa, tenta convencê-lo. Ele aceita, desde que a moça fuja com ele. Eles passam a morar juntos. No dia do show, Edu abandona o teatro. Ele vai trabalhar como operário em uma mineradora. Edu e Riza se casam simbolicamente em uma igreja. Brasa vai ter com ele. O rapaz diz que está feliz vivendo assim. O empresário manda matar Edu na saída da mineradora. Os matadores assassinam um amigo que o acompanhava. Edu foge dos tiros e os seguranças pensam que foi ele quem matou o funcionário. Ele tem que abandonar o trabalho. Edu vai ver Riza, que está trabalhando como cantora de boleros em uma casa noturna. Ela quer saber o que aconteceu, mas ele nada diz. Ela comunica que está grávida dele. Edu a abandona e vai a um circo. Riza vai atrás dele, mas ele não quer mais nada com ela. Depois de beber umas cachaças com Brasa, Edu é morto."
Extraído do site da cinemateca brasileira

Estreia Brasil:
1977
Outras datas
Denunciar algo errado
Trailers
  • Nenhum trailer cadastrado.
Fotos
  • Nenhuma foto cadastrada.

Comentar: