Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > agmcinefilo
27 years, Santo André (BRA)
Usuário desde Julho de 2009
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Alex Gonçalves

    É muito bonito ver nomes como Chadwick Boseman, Letitia Wright, Michael B. Jordan, Lupita Nyong’o, Danai Gurira, Daniel Kaluuya, Angela Bassett e Forest Whitaker para formar um elenco majoritariamente negro. Porém, quase todos soam aqui como peças caricaturais, seja em rituais africanos encenados com um gosto duvidoso, no alívio cômico deslocado num contexto de poder quase shakesperiano e principalmente na adoção de um dialeto tão constrangedor equiparável com o de astros americanos forjando sotaque alemão em filmes sobre o Holocausto.

    É de fato muito importante o plano final em que um garoto negro da periferia e sem instrução olha admirável para um T’Challa como se estivesse diante de um modelo para ambicionar em seu futuro. Resta agora deixar os discursos um pouco de lado e entregar obras cinematográficas em que o seu panfleto não sirva de embrulho para um material oco.

    + www.goo.gl/5NKioa

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Alex Gonçalves

    De modo singelo, Greta Gerwig vai costurando uma narrativa em que os acontecimentos são ditados a partir das contradições enfrentadas pela sua protagonista (e alterego). É o coming of age da vez, um “Quase 18” de 2017 quando este já era um “Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer” de 2016 e por assim vai. O que não significa que o registro de Greta seja desprovido de autenticidade e afetuosidade, acertando principalmente na dureza de um relacionamento entre mãe e filha que vai se tornando mais central ao curso do filme.

    + www.goo.gl/N93c1n

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.