Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/aline-dos-santos/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > aline-dos-santos
30 years, Brasília, Brazil (BRA)
Usuária desde Abril de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Aline Dos Santos

    Filme meia boca e com algumas questões, mas que me fez refletir tanto na época em que passava na sessão da tarde quanto hoje em dia.

    1º - 25 anos antes de Pantera Negra, um elenco quase que 100% negro, inclusive os figurantes, com personagens variados e em posição de poder e sucesso. Fiquei empolgada em especial com a construção das duas principais personagens femininas (Halle Berry e Robin Givens): negras, lindíssimas, engraçadas, talentosas e bem sucedidas, cada uma à sua maneira. Além de haver algumas discussões quanto ao racismo nos EUA. Algo como acontecia com Um Maluco no Pedaço, dentre outros filmes e seriados das últimas 3 décadas.

    Já no Brasil, adoramos e consumimos Eddie Murphy e Will Smith desde os anos 80 e 90, mas não vemos essas reflexões nas produções nacionais, apesar de a população brasileira negra ser maior que a estadunidense, em níveis proporcionais. Continuamos com meia dúzia de atores negros nas grandes emissoras e nos cinemas (sempre os mesmos e sem citar a situação de jornalistas, apresentadores, etc) e poucas vezes vemos discussões reflexivas dentro de nossas narrativas, sejam elas leves ou não. Cinema negro BR é Cidade de Deus. Novela com personagem negra, é serviçal. Exceção são duas, ou melhor um casal, Thaís Araújo e Lázaro Ramos.

    Desisti de assistir TV há uma década e foi a melhor decisão. Lembro que há pouco tempo tivemos uma novela passada em uma favela e os protagonistas eram Bruna Marquezine e Caio Castro (de cair o cu da bunda) e outra vez, ainda este ano, vi que teve uma propaganda na Globo falando sobre representatividade negra (aí foi sacanagem, hipocrisia na sua forma mais perfeita). Não puxo o saco dos EUA por quase nada, mas fico besta como a discussão racial lá nunca perde a força e entra em todas as camadas da sociedade. Sei que foram construções históricas um pouco diferentes o período de escravidão aqui e lá, mas mesmo assim, por que não pegamos carona no que de fato é relevante e edificante? Enfim, desabafo velocidade full pistola.

    2º - Os dubladores brazucas são sensacionais, mas o do Eddie Murphy se supera, considerando os filmes dele, é daqueles raros casos em que prefiro a versão dublada.

    3º - Me parece que Eddie Murphy ajudou a lançar/consolidar uma galera de peso, tipo Chris Rock, Martin Lawrence, Halle Berry, John Whiterspoon e Tisha Campbell. Uma lenda!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Aline Dos Santos

    caraca, filme insano. Um ótimo filme para passar na recepção do inferno, tipo sessão da tarde. Mas admito que, para mim, teve um ótimo resultado trabalhando o sentimento de repulsa: o desprezo pela humanidade, o egoísmo em suas diversas formas, o ciclo da violência, o excesso de suor, perdigotos capturados no jogo de sombra e luz. eca!

    Filme recheado de demônios, digo, personagens deploráveis, sendo que daqueles que têm fala, provavelmente, o índio e seu neto são os únicos que se salvam (o que eu mais odiei foi o Scagnetti, que cara nojento).

    E, de fato, a única coisa que mata o(s) demônio(s) é o amor entre os protagonistas, pena que se mostrou intermitente e louco, algo que cura e fortalece o demônio que mora em ambos.

    Quanto aos aspectos técnicos, excepcionais e psicodélicos. Pura viagem! As atuações foram maravilhosas, sem exceção. Trilha sonora super anos 90, minha vibe!

    E, por fim, uma constatação: definitivamente, quentin has issues... queria ver o quentin trabalhando em coisas diferentes, tipo qualquer coisa sem sangue, só para ver de qualé.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para Aline Dos Santos.