Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > allanc_
21 years (BRA)
Usuário desde Dezembro de 2013
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

mais um que vê uns filmes aí
http://projetocinematografico.wordpress.com

Últimas opiniões enviadas

  • Allan Silva

    Mais fraca das cinco, tá aí um uso ruim do conceito de slow burn que a série aperfeiçoou nos outros quatro anos, gostei demais dos primeiros quatro episódios, devagarinho na medida certa e construindo a tensão aos poucos, foi no quinto em que dois personagens principais se encontram e no episódio seguinte onde um desses personagens se despede que eu percebi o problema que ia assolar o resto da temporada, o movimento lento não estava construindo nada.

    Festival de laços sem nós, literalmente nada se entrelaçou, alguns plots vieram e foram finalizados nessa temporada, como o do Pasha e dos grãos, mas nenhum se mostrou tão interessante a ponto de carregar a temporada. De resto foi plot atrás de plot que era ligeiro e talvez trouxesse alguma coisa, e nunca mais dava as caras, voltando ou não no último ano é um erro gigantesco fazer isso na TV, porque se voltar não vai ficar coeso, se não voltar só vai me fazer desgostar do quinto ano mais ainda.

    Foi uma temporada de reafirmação do que vimos na anterior e de transição para o último ano da série, agora, era mesmo necessário? Foi o melhor que os roteiristas conseguiram pensar para aproveitar os últimos dois anos? Renovava por uma temporada só se as ideias estavam tão escassas. Entendo a decisão de seguir uma linha mais voltada para a família que a espionagem, o meu problema é quando as histórias ficam se postergando infinitamente, sendo que nós já vimos as mesmas no ano passado, fica ai meu desapontamento com o excesso de Paige (mais no início), que era um dos raros casos onde uma série conseguia tornar um núcleo envolvendo os filhos dos personagens principais interessante.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Acho que a única parte em que houve um avanço demorado foi a trama do Henry, que acabou parecendo uma desculpa para não mostrar o ator no último ano e evitar críticas de que o roteiro esquece de sua existência. De resto, Stan está infeliz no trabalho e vai continuar, Phillip está infeliz no trabalho e vai continuar, Elizabeth está infeliz no trabalho e vai continuar, Paige (sabe lutar) está infeliz com a vida e vai continuar, Martha encontrou a vocação de mãe em 2 minutos no último episódio depois de passar outros 6 minutos em um outro episódio insatisfeita (esse foi o desenvolvimento em 13 episódios), Gabriel vazou para ficar perambulando pela Rússia, o filho do Phillip foi o maior desperdício de história que eu já presenciei na TV, a namorada do Stan depois de 13 episódios continua em cima do muro, a história do Oleg dá círculos e sofre do mesmo problema da Nina no ano passado, ele simplesmente está longe demais do centro da história, acompanhar um bom personagem se tornou chato.

    No mais, atuações continuam incríveis, a temporada conseguiu algumas cenas memoráveis envolvendo o casal principal, a edição foi horrenda no geral (algo que eu havia notado na quarta temporada), chegando no ápice de falta de qualidade no penúltimo episódio (ou antepenúltimo, posso estar me confundido) onde tinham cenas em múltiplos núcleos cada uma com duração de 3 minutos e cortadas, depois de 5 segundos de silêncio e encaradas, por telas negras anticlimáticas (aquilo não é transição para comercial), literalmente isso acontecendo por 50 minutos, assim de fato não dá para desenvolver nada. Mas independente desses problemas, ainda continuo amando acompanhar P&E, mesmo quando não acontece nada demais.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Allan Silva

    Eu odeio quando as pessoas avaliam os shows antes deles acabarem, mas dessa vez vou abrir uma exceção e ser um dos odiados. Pode acabar com um episódio de 1 hora onde o Lindelof explica o finale de lost que ainda irá merecer as cinco estrelas e o favorito.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Allan Silva

    Fui sabendo pouco sobre (quase nada) e sai bem mais chocado do que esperava, eu tenho um fraco para esses filmes de gênero meio esquisitos que não aceitam rédeas para contar histórias (tipo The Neon Demon), daí relevei alguns pontos fracos: o ritmo é um tanto estranho, acelerando e desacelerando o plot sem muita coesão, e tem muita cena feita exclusivamente para chocar, reafirmando o status quo de revirar os olhos que diz "olha, você está vendo um filme um pouco mais esquisitinho e edgy do que os outros".

    No mais, o longa é corajoso sim, não vai a ponto do exagero de filmes B, mas não é sucinto demais como eu estava esperando. Me diverti bastante durante sua curta duração e estarei esperando por outro trabalho dessa diretora, tomara que se mostre versátil em projetos futuros. Achei o estilo dela de roteiro bem parecido com o do Lanthimos e de direção com o Cronenberg, uma bela mistura!

    edit: trilha sonora fabulosa, parece ter sugado um pouco de Laranja Mecânica.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Alan Guimarães
    Alan Guimarães

    Oi, Allan, obrigado pela minha curtida, e espero que tenha gostado e te ajude nos estudos. Confira também minhas listas complementares de História do Brasil e Oriente Médio. Abraços, xará.

  • Nathana Krol
    Nathana Krol

    Iiiiih, que nada! Abandonei meu trabalho esse mês. Criei coragem, estufei o peito e disse "chega!". Na verdade fiz isso porque estava fazendo várias coisas ao mesmo tempo e estava ficando maluca. E sua faculdade está em greve? Onde você mora?
    Qual você gostou mais? A do livro ou a da série?

    Acredita que ainda não vi os 3 últimos episódios? :( Vou ver se faço isso hoje. Mas então você não gostou da segunda temporada? E por que é tão diferente assim? E HoC ainda vai demorar mesmo, só para o ano que vem né. E, para mim, a 1ª temporada foi a melhor de todas.

    Caramba, que recomendação, hein! Me deixou MUITO curiosa, mesmo. Logo que a série lançou eu já fiquei dessa forma, mas acabei deixando de lado, não sei exatamente o porque. Mas depois disso, vou começar a assistir. Pelo menos o piloto, como você disse, para dar uma chance a ela! :) Ontem comecei a ver The Blacklist. Vi 2 episódios, e achei bem diferente das séries policial usuais. Ainda, é muito difícil fazer uma comparação dessas porque Hannibal é foda demais para isso, mas achei que Reddington tem uma pinta da manipulação que ele faz. Não sei porque, não pude deixar de comparar os dois, nesse sentido manipulativo e "carismático" de personagem.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.