filmow.com/usuario/andredick/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > andredick
41 years (BRA)
Usuário desde Janeiro de 2016
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • André Dick

    "Like me" é um filme bastante estranho, mas não perde seu ponto de vista sobre o universo que pretende mostrar. Além disso, sua atriz principal, Addison Timlin, lembra Rooney Mara, tanto fisicamente quanto na maneira de interpretar. Ela faz uma youtuber, que sai por uma viagem filmando pessoas em situações desconfortáveis e violentas. Trata-se de uma personagem a princípio simplista, mas que traz uma certa complexidade pelo comportamento: não sabemos do seu passado, porém é possível imaginá-lo pela maneira com que ela o visualiza por meio de pessoas. Apesar da temática underground, a beleza plástica é evidente, com uma fotografia que remete a filmes de Refn, Gaspar Noé (a iluminação no motel) e "Moonlight". É um filme de orçamento limitado e que visualmente consegue inovar (o quarto pintado com as nuvens do céu é uma ótima ideia).

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • André Dick

    Quando se lê uma lista considerável de comentários sobre o novo filme de Duncan Jones, a impressão é que há muitas obras elaboradas com cuidado visualmente. Desde sua estreia, o filme distribuído pela Netflix vem sofrendo um massacre em larga escala, assim como o interessante Bright, no ano passado. A crítica, em parte, tem a função de dizer o que acha: em parte, isso se dá de maneira levemente desequilibrada em relação a blockbusters menos inventivos e aceitos como se fossem obras-primas. É interessante que Mudo tenha Ted Sarandos como um dos produtores e ele tenha dito há alguns meses que a Netflix não se importa como os críticos. Dito isso, não estou entre os especiais admiradores de Lunar, que quase todos os “fãs” de Jones (e coloco entre rigorosas aspas, pois mesmo um espectador qualquer não tem direito a usar grosserias para qualificar uma obra, a exemplo de o “pai dele (David Bowie) deve estar se revirando na cova”, a não ser que haja quem aplauda, e costuma ser uma horda) consideram o seu melhor trabalho. Um de seus filmes seguintes me parece melhor: Warcraft – O primeiro encontro de dois mundos é muito divertido, uma grande homenagem aos video games e ao cinema dos anos 80, com um orçamento imenso e uma arrecadação nada desprezível (mais de 400 milhões de dólares).

    Crítica completa: wp.me/p2lvhr-7E9

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • André Dick

    "Everything sucks!" tem alguns problemas de roteiro, principalmente nos três primeiros episódios, mas funciona muito bem em sua maior parte, além de destacar ótimos atores: Jahi Di'Allo Winston, Peyton Kennedy, Sydney Sweeney e, sobretudo, o ótimo Patch Darragh. Os anos 90 são bem homenageados pelo estilo de filmagem da série, além de termos uma trilha sonora excelente (incluindo Tori Amos e Oasis). Embora não esteja à altura da qualidade, nesta temporada, das melhores séries da Netflix, espero que haja uma segunda, com o desenvolvimento desses personagens, que já mostraram ter potencial para desenvolver uma série autêntica.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/