filmow.com/usuario/babi_dantas/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > babi_dantas
21 years
Usuária desde Julho de 2014
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Beatriz

    Chega a dar medo o quão perigoso esse filme é. A direção extremamente caricata de um tema que exige >no mínimo< responsabilidade, abre portas para interpretações finais irreais e acima de tudo estupidamente desejadas. É para um público branco que não quer se sentir culpado pelos seus preconceitos naturalizados e não enxerga o racismo como algo ATUAL e, ao final do filme, ganham o que pediu: o fim dos sofrimentos vivenciados por ambos protagonistas e, claro, o fim do racismo em suas estruturas individuais.
    Mas esquecem de lembrar que é bastante utópico esperar mudanças ideológicas, políticas e sociais de uma convivência de dois meses, assim como é hipócrita desejar uma mudança racista desse público alvo em duas horas de filme. E, sinceramente, ao fim de uma sessão, em nada o filme consegue acrescentar para a causa social que tanto usou de fundo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Beatriz

    Uma das cenas mais simbólicas que vi no cinema:

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Quando a menina ao ver seu ovo, tão superprotegido por ela, aos pedaços, corre sem rumo até um abismo de águas profundas. Nele, ela envelhece e se revolta, de seus gritos criando novos ovos que boiam sob o mar.


    Dá para relacionar em um contexto bíblico ou mesmo filosófico, e inclusive já vi de ambos. Mas o que ficou para mim foi algo tão abstrato quanto ao seu formato que literalmente pode significar ou dois ou mais. É sobre auto projeção, uma esperança talvez vazia diante de um mundo apocalíptico. o proteger de algo desconhecido quando nem mesmo se tem a certeza que existe esse algo. E como, na verdade, essas projeções são partes de nós e inclusive de nosso amadurecimento (psicológico, espiritual, existencial e demais definições que aqui se encaixem), seja de uma perspectiva naturalizada ou mesmo milagrosa (encontre seu próprio sentido).
    Mas em todo contexto, é sim
    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    importante quebrar os ovos para se ter certeza do que carregamos e no que depositamos tanta fé.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Beatriz

    Diria que esse filme é principalmente sensorial, que compõe com as imagens e as cenas toda a narrativa, sem muitas explicações ou diálogos. O que dificulta bastante a compreensão da história, mas não impossibilita. Na verdade o que pode desfazer as dúvidas e sustentar teorias inimagináveis pode ser encontrada na leitura do livro, que por ser bastante descritivo ajuda no (quase?) entendimento. Digo quase por não saber se existe uma narrativa exata, única, que poderia condensar isso tudo. O filme é grandioso demais pra se limitar á explicações unidimensionais, pelo menos é o que eu acho.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Quanto a história, em específico, acredito que o monolito foi posto propositalmente na terra (e na lua) como suporte e talvez um indicador para a evolução da nossa espécie. Com ele, os macacos puderam se desenvolver e consequentemente evoluir em vários aspectos, se assemelhando à futura raça humana. Assim como o desenvolvimento científico da nossa espécie nos levou à lua, definindo um marco na nossa evolução quanto ser. O outro monolito em Júpiter, acredito ter sido posto de propósito também, como uma passagem para outro universo, uma outra galáxia, que seria um outro ponto evolutivo a ser conquistado. A viagem até essa outra galáxia, seria tão longa que envelheceria nosso protagonista, e que aterrissando em um cômodo feito especialmente pra ele, entenderia (?) que outros seres vivos estavam dispostos a ajudar os humanos na sua evolução. Assim o fato dele se tornar um bebê (ou feto) seria um possível simbolismo á uma nova fase evolutiva que iria se iniciar; ou talvez fosse como um propósito dos outros seres, de ensinar ao personagem novas ideias e perspectivas; O monolito pode também se relacionar com a passagem do tempo, já que esteve presente em vários períodos da nossa espécie, definindo (ou não) o nosso desenvolvimento.
    Claro que isso são teorias, mas o livro explica muito bem alguns outros pontos meio difusos na narrativa do filme, como o surto de Hal 9000; o acidente de Frank e até o motivo de se ir à Júpiter. Enfim, recomendo muito a leitura de 2001, para que possa clarear alguns aspectos do filme, que diria ser incrível fotográfica e musicalmente, mas que pode indefinir algumas explicações não tão óbvias.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Rosane
    Rosane

    (^-^)

  • Caio
    Caio

    hehehehhehe

  • Natalia
    Natalia

    a primeira do Epik High que eu ouvi foi Amor Fati. também recomendo Spoiler seguido por Happen Ending. eles tem músicas em inglês! Here Come The Regrets é hino e o Tablo (um dos integrantes) regravou Eyes, Nose, Lips do Taeyang (Bigbang) em inglês. com essas 5 músicas dá pra conhecer bem o estilo e ver se é a sua praia ou não.
    Arctic Monkeys é ótimo amo mt <3.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.