Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/black_phoenix/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > black_phoenix
(BRA)
Usuário desde Janeiro de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"Não existe uma contradição necessária entre arte e sucesso popular, nem uma conexão necessária entre arte e filmes de arte."

Os favoritos são aqueles que recomendo e os que eu não quero esquecer

Últimas opiniões enviadas

  • black phoenix

    Há muito o que se falar e se discutir a respeito da série "O Mecanismo", cinematograficamente e politicamente.

    Primeiramente, em termos audiovisuais, a trama segue o mesmo estilo narrativo dos trabalhos recentes dirigidos e produzidos por José Padilha, sobretudo Tropa de Elite e Narcos. Há como de costume a presença do irônico voice-over, que pela primeira vez soou mecânico e até inútil, principalmente porque não existia a presença de personagens marcantes e brilhantes como Capitão Nascimento, em Tropa de Elite, que cada linha de pensamento virou uma apoteose à época do lançamento do filme. A história em "O Mecanismo", como nas obras passadas, também é dinâmica e foca novamente em protagonistas policiais e suas causas subjetivas de justiça. De maneira geral, o texto é inferior, por motivos óbvios: não há um Bráulio Mantovani como havia em Tropa de Elite, muito menos uma equipe de roteiristas afiados como houve em Narcos.

    Quanto aos aspectos mais simbólicos, não há como deixar de comparar novamente aos seus trabalhos anteriores. Enquanto em Tropa de Elite e Narcos havia uma iconoclastia intrínseca: nada escapava da dualidade do ser humano. Não haviam heróis que eram totalmente heróis, nem haviam vilões que eram totalmente vilões. Era um eterno yin-yang: pessoas que apenas faziam parte de um estrutura social, institucional, burocrática, de jogos políticos e várias facetas. Não é o que acontece em "O Mecanismo", que os protagonistas são figuras messiânicas, ressalvas as críticas mais contidas: o Juiz Federal que apenas peca pela sua vaidade; o Procurador Federal que passa por cima dos seus colegas, mas depois fica tudo bem; o Policial porra louca que continua nos bastidores, etc. Apesar disso, há pontos positivos também como na construção dos antagonistas do Doleiro e do Diretor da "PetroBrasil".

    Por outro lado, as críticas aos políticos são carregadas por um ressentimento imaturo de Padilha, principalmente ao núcleo do "partido de esquerda", soando panfletário e caricatural. Além das distorções, como confundir o famoso áudio de um Senador por um dialogo de um ex-Presidente. há coisas absolutamente desnecessárias como os bastidores das campanhas presidenciais, as referências como o "japonês da federal" que se torna o "china", o "estocar vento" proferido pela "Dilma Roussef", "apartamento de coxinha" dito por "Lula", e até ao linguajar formal demais do "Temer", quando fala em "vicissitudes de vice". Esses elementos tornam a crítica mais escrachada, porém termina perdendo a fidedignidade narrativa, e deixando tudo muito artificial. No mais, foi uma escolha política limitar a crítica praticamente a essas figuras, ao invés de atacar de forma suprapartidária, porque "O Mecanismo" não é apenas suprapartidário, é sistêmico, é mundial. É jogo do poder e o dinheiro, como aponta o personagem do Doleiro ao falar contar a história do Chefão Brecht "Eu sempre estive aqui e continuarei aqui, você que é novo".

    Não concordo com a crucificação política de Padilha, mas com a crítica dele enquanto autor. Todos tem seus motivos para falar e criticar de qualquer coisa, mas não acredito em narrativas que ainda ESTÃO LITERALMENTE ACONTECENDO, e ainda da forma distorcida e enviesada que foi posta. Poderíamos esperar pelo menos um 20 anos para contar a história da Lava-Jato, com a riqueza de detalhes que várias perspectivas trariam a uma trama mais elaborada. No entanto, tem gente que prefere contar agora. Sabe-se lá o porquê.

    Ah, esse ano tem eleição e promete ser um um ano bem merda.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • black phoenix

    Dos filmes que concorreram ao Oscar de melhor filme, gostei de todos que assisti, mas o que eu mais gostei não foi indicado nessa categoria. Esse filme é Mudbound. É uma pena.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Lucas
    Lucas

    Voce gostou de the battleship island?

  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Morgana
    Morgana

    De nada!