Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > campobranco
58 years São Paulo - (BRA)
Usuário desde Outubro de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • José Luiz Branco

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Para mim, um filme sobre o AMOR (não necessariamente entre duas pessoas) que transcende, cria e perdoa, que resiste às guerras, ao fanatismo religioso, às brigas familiares, à arrogância, ao vazio individual crescente, à perda da identidade, que reúne e recompõe os cacos partidos pelo caminho, que cuida e absorve, por isso, me fez lembrar novamente a comovente 'Carta de São Paulo aos Coríntios'. Para quem não conhece, lá vai:

    "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
    E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
    E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
    O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
    Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
    Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
    Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
    O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
    Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
    Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
    Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
    Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
    Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor".
    - Coríntios 13:1-13

    Esse AMOR maior, abrangente, tem sido massacrado como sempre, na conflitante história da humanidade, mas ele está aí à disposição de quem se dispor a desvendá-lo. Entretanto, a cena final indica novamente a retomada desse massacre.

    Um abraço!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • José Luiz Branco
    José Luiz Branco

    Até breve!

  • Deyse
    Deyse

    Muito obrigada!

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.