filmow.com/usuario/charlittto/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > charlittto
(BRA)
Usuário desde Setembro de 2015
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

você é o que você ama.

Últimas opiniões enviadas

  • charles

    Nunca vou superar esse término, me emocionei demais..

    Acho que o chuck não esperava que o jim fosse largar o barco nessa temporada, talvez isso explique (em parte) a sensação de termos visto algo incompleto nessa temporada.

    Apesar de todos os furos e conveniências do roteiro, mudanças drásticas de comportamentos dos personagens ao longo do tempo (como se fosse reescrito na cara de pau), inclusive a mudança de atores de personagens recorrentes (sem motivo), a mistura de famosos reais na série como se fossem fictícios apenas pra ter uma participação especial pra dar um boost na série. O desperdício de personagens que tinham potencial (como a bartender loira que se interessou pelo raj e a série matou em 3 eps, desaparecendo totalmente com a ex dele também), a falta de aprofundamento em dilemas pessoais dos protagonistas, as famílias ficarem de fora no último episódio, os mesmos problemas internos dos personagens que pareceram não evoluir certas falhas (pedem perdão e no ep seguinte cometem o mesmo erro), a gravidez que sequer foi trabalhada com calma pra convencer os fãs de que não foi jogada apenas pra calar a boca e encorpar o final:

    São muitos dos detalhes que enfraqueceram minha admiração pela série ao longo dos anos. Adoro arcos dramáticos, que os personagens deixaram a nerdice de lado por amadurecimento (o que haters viuvinhas não aceitam, obviamente pra mim isso não foi um problema), a sensação de rir e chorar ao mesmo tempo que só TBBT podia proporcionar. Pra mim, toda série deveria ser obrigada a fazer um filme completo de despedida, já que episódios finais sempre ficam incompletos, talvez porque não aceitemos de fato o fim.

    Gostaria muito que a carreira da Penny tivesse seguido como atriz e aí sim evitaria a necessidade de colocar ator de senhor dos anéis na série interpretando personagem secundário. Penso que seria muito interessante os protagonistas envolvidos com os bastidores de hollywood através da profissão da Penny, acredito que poderia ser um caminho divertido que daria uma sobrevida à série, sempre com participações justificadas e não forçadas. Até o pai do sheldon não foi bem trabalhado, nem pro sheldon soltar uma referência quando se encontrou com o mesmo ator que interpreta seu pai quando vendeu plutônio (?) ilegal pra ele em alguma temporada recente. Custava falar um ''seu rosto é familiar, te achei confiável, ou tenho medo''? Assim como amy e blossom não ter sido usado em nenhum momento, algo como o sheldon dizendo ''você é tão linda como a atriz que fez blossom'', coisas sutis, sabe?

    Enfim.. fico imaginando Young Sheldon esquecendo totalmente as coisas horríveis que sheldon falava sobre seu pai, e o que vemos em young sheldon (pelo menos os eps que assisti) é um pai normal e carinhoso, vamos ver se os problemas familiares dele vão ser bem trabalhados de acordo com o que o sheldon adulto falou por 12 fucking anos. Vamos ver se esse chuck lorre vai ter culhões (já tá na hora, né?). Ou ainda, já que o jim parsos teve essa reflexão de vida agora, se bobear ele até larga sua narração de Young Sheldon. Também seria interessante se ele aparecesse no seriado em algum sonho do pequeno sheldon, sabemos que sonhos loucos é com o sheldon mesmo, hahaha. Um sonho com algo a ver com uma máquina do tempo, ele viajando e se vendo no futuro. E os personagens de TBBT aparecerem interpretando pessoas aleatórias na série, também seria interessante e curioso ver.

    5 estrelas mais pelo valor sentimental pra minha vida. Agora é correr atrás de eps que com certeza deixei passar em todos esses anos. E também assistir o ep 25 com os bastidores finais da série, aguardando a legenda aparecer.

    PS: A parte do elevador sempre foi um desejo meu, já imaginava algo assim e acertei parcialmente. Mas penso que seria interessante que o frame final seria os protagonistas entrando em silêncio no elevador e apenas se olhando, a porta se fecha e: fim. Ou se ainda fizessem uma última referência nerd com doctor who como um ato final, que sempre foi a identidade do seriado. Também achei curioso que as únicas pessoas que usaram o elevador (aos nossos olhos) foram o casal que eu gostaria que tivesse existido, mas aí é questão de gosto pessoal mesmo. Sheldon se interessava pela Penny nos primeiros episódios se vocês puxarem na memória, mas aí o otário do chuck mudou o curso do personagem. Os melhores momentos dos dois foram juntos, momentos decisivos, eles se completavam à sua maneira. Era uma química espetacular. Mas seria exigir coragem demais do chuck lorre pra mudar algo assim. Enfim, quando os dois entram enfim juntos no elevador, o personagem do sheldon já aparece coberto pela porta se fechando em cima dele. Como se a metafísica dissesse que foi ele que encerrou a série, hahaha. Óbvio que não culpo o ator. A culpa é de diretor que fica empurrando uma série com a barriga pra ganhar milhões enquanto seus personagens vivem num looping infinito. E o resultado final é o gosto de quero mais na boca dos milhões de fãs. Por isso não tenho mais o hábito de assistir muitas séries, porque a decepção é quase certa com cancelamentos e coisas que já citei. Fica a saudade.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • charles

    La la land versão rústica e mais trágica, no bom sentido. Bradley prova mais uma vez o quanto é um ator versátil, ainda é compositor. E aqui ele tá a cara do rocket, incrível a semelhança, hahaha.

    Impressiona como essa Gaga é apaixonante (atuação correta, haters exageram, assim como exageraram com a Sofia em Godfather), deu vontade de conhecer a carreira dela a fundo, ela foi bastante corajosa. Finalmente alguém pra entender e mostrar o quanto o nariz dela é lindo, rsrs, valeu Cooper!

    É engraçado ver essa inversão de papéis em tela, ver a cantora ali tocando piano e cantando e saber que é ela mesmo de verdade, faz pensar, é uma sensação curiosa. Assim como ver eles tocando juntos no palco onde claramente era um show da Lady Gaga também faz ser algo especial, mais real na medida do possível. Não eram takes gravados em shows de bandas como vemos em filmes do gênero, isso é bacana. Só a arte pra ter tanto poder de metalinguagem e linguagens, é muito poder.

    Outra coisa que chamou minha atenção no enredo foi que a protagonista nunca de fato se sentiu à vontade na carreira solo desde o início, inclusive seu marido alertou educadamente. Ela só se mostrou mesmo à vontade quando sua carreira já estava estabelecida e não podemos acompanhar ela colocando sua personalidade na carreira porque o filme não mostrou. Sem querer o filme meio que faz uma crítica ao próprio universo pop. Aquela primeira música solo cheia de coreografias que impediam a Ally de se expressar (inclusive a crítica ao seu cabelo) me deu a entender que ela ia abandonar o empresário que tava em outra sintonia diferente. Mas como não conheço bem a carreira real da Lady Gaga, não sei se essa música que eu citei se encaixa na carreira dela, pelo que eu lembro de Poker Face (só pra citar um exemplo), a música tem muito mais vigor que esse primeiro single da personagem. Seria então um grammy dado pra um trabalho não tão bom assim da protagonista, já que suas melhores músicas (que tão na minha cabeça até agora) são de sua fase anônima? Não sei se tô sendo muito exigente com o roteiro ou se ele que ficou ''raso'' sem muitas explicações dessa parte, talvez eu tenha colocado muitas expectativas, rs.

    A explosão do refrão da música carro-chefe arrepia demais!

    Fiquei surpreso com o desfecho, não teve como não lembrar do Chris Cornell.. :(

    O frame final me lembrou cisne negro, rs.

    Bom filme, me emocionei algumas vezes. Sempre bom ver ator se iniciando em direções. E ver a Lady Gaga é sempre bom demais.

    Outra coisa: Eu fiquei esperando pela cena dessa capa do filme que é bem legal, tem mais fotos dessa parte e não apareceu na projeção, hahaha, vacilo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • charles

    Se olhar pelo prisma de que a narrativa gira em torno apenas do 'cara' (como o caubói anuncia logo nos primeiros segundos da projeção, lembrei do buster scruggs), dá pra entender o motivo de todas as tramas (e personagens) serem superficiais, passageiras, secundárias e incompletas, que acabam deixando a sensação de ''e o resto?''. É um filme apenas sobre o grande lebowski, nisso ele é genial. É a grande força dos irmãos coen. Mas entendo perfeitamente quem caiu do cavalo por causa do hype e esperava uma grande história com reviravoltas convincentes (eu esperava que o steve buscemi seria um plot twist..) ou ainda, que a quantidade de personagens introduzidos teriam justificativas e tempo de projeção cada um, mas não houve. Por exemplo, a quantidade de personagens que conhecemos superficialmente em Bastardos Inglórios, nenhum deles deixou essa sensação de que faltou algo na participação deles, todos aproveitaram cada segundo em tela e me marcaram, foram assertivos. Mas talvez seja essa a proposta dos irmãos, o que importa é o mundo 'tedioso' do lebowski.

    Me surpreendi com a desenvoltura do Jeff Brigdes, passei a ver ele com menos seriedade de como o enxergava, hahaha, e isso é muito bom.

    E que saudade do Philip.. :'(

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Marcelo
    Marcelo

    Te convido vc e amigos para grupos do facebook....

    Um de dicas de cinema: "AMANTES DA SÉTIMA ARTE",
    www.facebook.com/groups/amantesda7arte

    E outro de arte, viagem e ecologia: "VIDA A ECOARTE"
    https://www.facebook.com/groups/saudalternativa

    Obrigado, entre e participe, os grupos são ótimos, abs

  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.