Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > felipe_bueller
31 years (BRA)
Usuário desde Janeiro de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Não sou daqueles tipos intelectuais que só assistem filmes cults, e nem sou aquele idiota que só consegue assistir besteiras hollywoodianas. Apenas gosto de apreciar um bom filme ao lado de uma boa companhia (independente do estilo, ator ou diretor), se você também pensa da mesma forma é mais do que bem vindo ao meu filmow. Vamos trocar experiências de filmes bons e ruins (por que não?) e expandir infinitamente nosso acervo digital de filmes assistidos.

Siga-me os bons > https://twitter.com/Felipe_L0pes87

Tô ai na rede social > https://www.facebook.com/felipe.nascimento.585

Últimas opiniões enviadas

  • Felipe Lopes do Nascimento

    Belíssimo trabalho! é impressionante ver como uma mente aberta e uma experiência de vida com um olhar humanitário podem fornecer ferramentas teóricas para encarar a nossa sociedade com um viés acadêmico mesmo sem ter tido acesso e lido obras de cunho sociológica e filosófica.

    Sou acadêmico de Ciências Sociais e consegui identificar na fala do Eduardo, na parte que ele diz "A razão dos grandes explica que a pobreza é necessária", o conceito de "Violência Simbólica" desenvolvido pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu onde basicamente esse estudioso diz que as classes dominantes se utilizam não só de meios físicos para para coagir e dominar os mais pobres mas também através da dominação intelectual e moral, exercendo dessa forma uma violência velada, mascarada que cria uma barreira invisível de ser transpassada facilitando dessa maneira a manutenção do seu poder, status social e privilégios gerando pensamentos como esses: "infelizmente é assim mesmo", "a pobreza e a violência nunca terão fim", "nem perde seu tempo com política, não vai dar em nada".

    Essa NATURALIZAÇÃO DO COMPORTAMENTO E PROBLEMAS SOCIAIS por parte da população mais carente tira das classes dominantes o peso da responsabilidade pelos aspectos negativos, transferindo para o indivíduo toda o peso da carga emocional e econômica em suas vidas. Legitimando o discurso da "meritocracia" como verdadeiro, quando na realidade isso não é verdade! O fato de existir OPORTUNIDADE para todos não significa que implicará em IGUALDADE, ambas palavras não são sinônimos, um jovem negro de uma escola pública nunca irá competir com igualdade por uma vaga de medicina em uma universidade com um branco de classe média alta que passou a vida inteira estudando em colégios particulares, tendo acesso aos melhores materiais, melhores professores, melhor alimentação. Isso nem chega a ser uma competição, isso é desleal e vergonhoso.

    É nesse sentido que a política pública de cotas raciais se faz necessária, por que dessa maneira pelo menos uma parte dos negros (as) terá acesso à educação superior, ao meu ver não é o ideal e muito menos irá acabar com o abismo social que ainda separa brancos dos negros. Ainda assim é um passo importante para tentar diminuir um pouco essa discrepância educacional.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Ginaldo Ribeiro
    Ginaldo Ribeiro

    Tudo bem Felipe. Devo ter oferecido amizade lendo algum comentário que você fez sobre algum filme. Sem dúvida podemos trocar impressões sobre produções cinematográficas, que eu aprecio muito. Eu gosto de qualquer estilo de filmes, desde que sejam humanos, com história comoventes e menos fantásticas. Criei um grupo para comentar sobre os melhores na minha opinião que se chama "PÉROLAS DO CINEMA" e criei uma lista chamada "MINHA LISTA CINCO ESTRELAS". Se quiser me falar sobre os tipos de filmes que gosta poderei sugerir alguns. Um grande abraço.

  • Cinéfilo Jairo
    Cinéfilo Jairo

    Desculpa...
    O Filme é "EM RITMO DE FUGA"

  • Cinéfilo Jairo
    Cinéfilo Jairo

    Meu Caro Amigo Felipe Lopes Do Nascimento, você CURTIU um comentário meu sobre o filme: 'Rota de Fuga'. Dessa Maneira Te Encontrei.
    Obrigado Por Ter Me Aceitado Como Amigo!
    Saudações Cinéfila! 👍