filmow.com/usuario/himizu/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > himizu
24 years (BRA)
Usuária desde Janeiro de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Tenho um gosto duvidoso para filmes (e para todo o resto também).

"Bem ou mal, tudo é uma farsa. Se representa bem, engana os demais. Se representa mal, só pode enganar a si mesmo. Se nem a si mesmo pode enganar, só engana aos fantasmas. Pessoas respiram, fantasmas não. É a única diferença. As pessoas são fantasmas e os fantasmas são pessoas."

https://www.skoob.com.br/usuario/288009

Últimas opiniões enviadas

  • sabrina

    Finalmente consegui ver o filme, na real mais cedo até do que eu imaginava que iria, galera dos fansubs tá cada vez mais ágil, parabéns hein.
    Gostei muito, o enredo é bom e conseguiu me prender. Tava esperando muito da atuação do Park Sung Woon, como eu disse no comentário anterior, mas acho que quem roubou a cena mesmo foi o Oh Seung Hoon, esse é o primeiro filme que vejo com ele e achei incrível a atuação dele aqui.
    Não consideraria esse um filme de amor romântico acho, mas com certeza tem uma das cenas de beijo que mais gostei de ver.
    Enfim, tive a impressão de que faltou algo, queria ter visto mais, porém, acho que o filme trabalhou bem a ideia da linha tênue entre um personagem e a personalidade real daquele que o interpreta, e dá para fazer leituras bem legais dele.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • sabrina

    Vi algumas cenas postadas por pessoas que já viram o filme e só o que posso dizer é que mal posso esperar para poder assistir ele também, porque as cenas que eu vi são realmente bonitas!
    Ah, e claro: acho o Park Sung Woong um puta ator, então, to ansiosa para ver ele num filme BL.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • sabrina

    "João amava Teresa que amava Raimundo que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili que não amava ninguém."
    Quase cogitei não ver o anime por causa da quantidade de comentários negativos, mas acho que, como também comentaram em algum outro lugar, esse é o tipo de história que ou se ama ou se odeia.
    A forma como é abordado o tema solidão e, principalmente, os métodos de cada personagem de lidar com ela e o próprio vazio, chegou a ser doloroso de assistir em alguns momentos. Os personagens, inclusive, me pareceram muito profundos e coerentes, mesmo nos momentos em que eu me sentia revoltada com algumas atitudes deles, no fundo eu entendia os motivos de cada um. Inclusive, adorei como foi mostrado a questão da persona e do eu verdadeiro aqui, e os conflitos internos que partiam disso.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Acho que, no fundo, os dois protagonistas estavam apenas se apegando a algo que eles não poderiam ter, porque é muito mais fácil lidar com algo que nunca vai acontecer, já a relação dos dois que se tornava um fato também acabou sendo muito mais difícil de lidar. E, mesmo tendo amadurecido tanto um com o outro, no final cabia admitir que eles nunca dariam certo, eles precisavam parar de consolar um ao outro e seguir em frente. Por isso tudo, acho que o final também foi muito coeso com todo o resto da história.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.