Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/hunkydory/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > hunkydory
São Paulo (BRA)
Usuária desde Abril de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

vivo num clip sem nexo, um pierrot retrocesso meio bossa nova
e rock n roll.

--
http://www.lastfm.com.br/user/Juhwithguns
http://afastamedoegoimposto.tumblr.com/

Últimas opiniões enviadas

  • Juliana

    É exatamente isso o que eu gosto no cinema. A fantasia, a trilha sonora que junto com a fotografia e o roteiro amarram direitinho todas as cenas e fazem você se interessar tanto na história a ponto de parar de questionar se tudo aquilo é remotamente possível. A Forma da Água não poderia ter sido mais perfeito e é uma pena que não tenha tido tanto espaço nos cinemas justamente por ser o que é: fantástico. O filme fica mais legal ainda quando se percebe que o "homem peixe" (capturado em um rio no amazonas) é inspirado no caboclo d'agua.
    Aos que estão sugerindo zoofilia, claramente nunca leram conto de fadas e provavelmente não conhecem A Bela e a Fera.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Juliana

    Assisti a La La Land duas vezes: na primeira, não sabia sobre o que era. Vi de madrugada em um cinema e quando a sessão terminou, sai da sala de cinema com um sorriso enorme no rosto e lembrei do porquê gosto tanto de cinema. Resolvi ver uma segunda vez apenas para ter certeza que não estava sendo vitima do hype: me surpreendi em saber todas as musicas de cor, percebi detalhes que não tinha reparado antes e tive uma certeza maior ainda que o filme é tudo isso que estão dizendo sim e que concordo com isso. É claro que não é a melhor coisa do mundo, não merecia o prêmio de melhor filme e tem algumas laranjinhas podres (me desculpem os fãs de Ryan Gosling, mas ele está lá porque é bonito e não porque é bom ator/cantor). La La Land é um compilado de homenagens (A cena da Mia sendo fotografada segurando balões na frente do Louvre remete a Funny Face (1957) com Audrey Hepburn, há as cenas de dança inspiradas em Fred Astaire e em Gene Kelly, está lá também o jazz de Chicago e todo aquele ar de "vamos realizar nossos sonhos em Hollywood" que está presente em 9 a cada 10 musicais) e isso ajuda a trazer os musicais de volta pro holofote. Todo mundo sabe que é um gênero difícil de ser gostado, não costuma lotar os cinemas e a maior parte das pessoas não tem paciência, mas é algo importante dentro de tudo o que o cinema é e representa. Tem suas falhas, mas o fato de La La Land ser nada mais do que uma homenagem é uma coisa ruim? Não, não é, mas fica claro que se não fosse por essa característica, o filme não se sustentaria por si só já que o roteiro não o diferencia de outros filmes do mesmo gênero. Se há algo original ali, são as musicas e - possivelmente - a fotografia (que também são as melhores coisas). Ainda assim, o melhor do cinema está aqui (o diretor que gosta do que faz, a história simples e cativante, a produção que torna tudo mágico), tecnicamente o filme é perfeito e só por isso já mereceu todo o hype e os prêmios que levou (além de ter se tornado um dos meus preferidos).

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.