Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/izumi/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > izumi
(BRA)
Usuária desde Junho de 2013
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"A melhor fantasia é escrita no idioma dos sonhos. Está tão viva quanto os sonhos, é mais real que a realidade… Por apenas um instante… Aquele longo momento mágico antes de acordarmos.
A fantasia é de prata e escarlate, índigo e azul, de obsidiana com veios de ouro e lápis-lazúli. A realidade é compensado e plástico, feita em barro marrom e verde oliva. Fantasia tem gosto de habaneros e mel, canela e cravo, carne vermelha rara e vinhos doces como o verão. A realidade é feijão e tofu, com gosto de cinzas no final. A realidade é os shoppings de Burbank, as chaminés de Cleveland, uma garagem em Newark. A fantasia é as torres de Minas Tirith, as pedras antigas de Gormenghast, os salões de Camelot. A fantasia voa nas asas de Ícaro, a realidade na Southwest Airlines. Por que nossos sonhos se tornam muito menores quando eles finalmente se tornam realidade?
Lemos fantasia para encontrar as cores novamente, eu acho. Para provar especiarias fortes e ouvir as canções que as sereias cantavam. Há algo velho e verdadeiro na fantasia que fala com algo profundo dentro de nós, com a criança que sonhava que um dia iria caçar nas florestas da noite, e festejar sob as colinas ocas, e encontrar um amor que dure para sempre em algum lugar ao sul de Oz e ao norte de Shangri-La.
Eles podem ficar com o paraíso deles se quiserem. Quando eu morrer, prefiro ir a Terra-Média." (G.R.R. Martin)

Últimas opiniões enviadas

  • Izumi

    Cara, esse filme é animal! Sinceramente não dá pra entender essa nota. Foi realmente muito mal compreendido. Que experiência de imersão fantástica.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Izumi

    Uma coisa que me irritou algumas vezes foi verificar o quanto alguns personagens eram RIDICULAMENTE amadores (por mais que sim, eles estivessem numa situação de tremenda pressão etc.); e a que melhor representou isso desde o início foi a Tokyo. Não consegui sentir empatia nenhuma por ela, o que é muito ruim, pois ela é justamente a narradora da história. Ela ficava fazendo sempre aquele "carão" (que raiva daqueles olhares O TEMPO TODO), parecia sempre estereotipada, "sou rebelde, não me encaixo, sou lokona, impulsiva, faço o que quero" - eu só reconhecia isso nela. Não tivemos acesso aos pensamentos de nenhum outro personagem além dela, e incrivelmente Tokyo foi a que menos me pareceu alguém "real": você não entende bem as motivações e aspirações dela, sua narração é tão distante quanto sua interpretação. Ela só fazia merda o tempo inteiro, sério! Ela é uma personagem bem planificada. As cenas que melhor comprovam isso são as que se seguem após ela ser

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    expulsa da Casa da Moeda por Berlim (QUE CENA MARAVILHOSA). Ela fez o maior fuzuê porque tinha certeza de que o professor tinha sido preso. Quando ela percebe que Raquel ainda não sabia quem era o professor, NADA NA INTERPRETAÇÃO DELA MOSTROU REFLEXÃO OU UM PENSAMENTO SOBRE COMO ELA HAVIA SE ENGANADO REDONDAMENTE, sobre como interpretou mal tudo aquilo, sobre como fez merda e era burra mesmo, enfim! É uma personagem que está ali pra ser uma bomba e fazer caras e bocas, só! Como eu disse, não parece alguém "real". Aí ela consegue escapar da polícia e o que faz? MAIS MERDA! Ou seja, volta pra Casa da Moeda e leva Moscou à morte!!! Sério, que raiva dela.

    Os melhores personagens foram o Professor e Berlim, seguidos por Raquel e Nairóbi. É impressionante como Nairóbi é simpática, difícil não gostar dela. Berlim com muita razão liderava o grupo dentro da Casa da Moeda, senão eles nunca teriam sido bem sucedidos: foi o cara mais calmo e sensato, era revoltante ver a facilidade que Tokyo e Rio jogavam o plano pelos ares. Adorei a relação entre o Professor e Raquel, aliás as cenas que envolviam o Professor eram sempre muito boas.

    É uma série muito envolvente com um final muito legal. Tem umas paradas nada a ver, mas sabemos que realmente existem pessoas imbecis no mundo, então como evitar que personagens sejam assim também? XD Mas que dava raiva, ah se dava!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.