filmow.com/usuario/jair_mello/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > jair_mello
38 years, Porto Alegre - RS (BRA)
Usuário desde Maio de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Um cinéfilo descomplicado. Observador da alma humana e amante insaciável dos prazeres terrenos, pode ser pele, pode ser um bombom, pode ser um banho de cachoeira, pode ser beijo. Alguém que busca a beleza em todas as suas formas. Por vocação, por prazer por profissão e por vício.

Gosto de tudo um pouco, de acordo com meu humor, vou de Hitchcock a Roland Emmerich (!), passando por um Haneke básico, pelos delírios de David Lynch , pelo olhar sensível de Ozon e pela pretensão maravilhosa de Lars Von Trier, porque pretensiosos, não somos todos? Tudo tem seu momento.
Cinema para mim é a arte de se encontrar, divergir e convergir. Encontrar-se em outras épocas, outros mundos, outras personagens e às vezes, tão somente em nós mesmos.
Também é a arte que mais se reinventa. E através dela, também podemos reinventar nossos conceitos e erguer sem medos nossos castelos de sonhos.

Já assisti a mais de 6 mil filmes (pelo menos,é isso que tenho anotado, desde meados de 1992). Estou no FILMOW há não muito tempo. Irei cadastrando todos os filmes que vi, em conta-gotas,de acordo com o senhor tempo.

Sou das antigas. Não costumo baixar filmes na net, salvo raras exceções quando este é inédito em dvd/cinema no Brasil e eu esteja com aquele tesão adrenalínico de assistir.
Tenho videolocadora (sim, um herói da resistência, ainda) e coleciono dvds. Gosto de ter à mão tudo o que assisto. Além do hobby, é um investimento na cultura e no prazer.

Novas amizades são sempre bem-vindas. Precisamos de conexões.Mesmo que seu grau de compatibilidade comigo seja baixo, sinta-se à vontade para me adicionar. Quem sabe, algum dia, possamos assistir a um filme juntos,aqui em casa e depois comentar. Ou não.
Mas se você só gosta de cinema iraniano ou de cinema "cabeça", aquele tipo de filme que SÓ você e aquele amigo esquisito que cultua Nietzsche e o Zeitgeist conhecem, esqueça e morra sendo chatinho. Cult é ser livre para escolher.

Não sou para todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras, tempestade. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos... Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso. São necessárias.

E não esqueçam de dar suas cotações para os filmes.
Sem as estrelinhas, não se pode medir o grau de compatibilidade com alguém. Não que isso,seja, realmente, importante. =)

"Creio no riso e nas lágrimas como antídotos contra o ódio e o terror. Os bons filmes constituem uma linguagem internacional, respondem à necessidade que os homens têm de alegria, de piedade e de compreensão".

(Charles Chaplin)

Últimas opiniões enviadas

  • Jair Mello

    Arrisquei para ver onde isso ia dar e que decepção. Bem chatinhoooo.
    A ideia de uma garota sendo convidada para um ménage a trois que se interessa mais por um dos rapazes e negligencia o outro causando uma certa estranheza na amizade dos dois até renderia talvez um plot para alguma série dessas "dramédias" que infestam nossas telinhas ultimamente (Casual, Lovesick, etc) mas aqui não funcionou.
    O filme é uma colagem mal feita de situações esdrúxulas, diálogos bestas e atuações ruins. Nem pra quem curte apenas apreciar a nudez do elenco vai servir. A atriz paga um peitinho, os rapazes apenas mostram a bunda e deu. Aliás, não deu. O final é daqueles que você se pergunta se era isso mesmo de tão fraco. Ainda bem que é curto.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jair Mello

    Até iria traduzir uma legenda decente para ele (a que existe é em português de Portugal, ora pois, com seus telemóveis, raparigas e fostes tu,rsrs),mas deu um desânimo...

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jair Mello

    Sempre curti filmes slashers com irmandades.
    Quando saiu este, vi nomes como Colin Egglesfield (de "The Client List" e "Melrose Place") e Dylan Sprayberry ("Teen Wolf") pensei que seria bacana. É bem ruinzinho. Não vemos as mortes, a história é rasa, atuações idem e a impressão que fica quando acaba é que qualquer um de nós faria melhor, dirigiria melhor. Colin e Dylan mal aparecem.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jernê Knowles
    Jernê Knowles

    Obrigado por adicionar! Faça-me três sugestões extraordinárias aí! rsrs

  • Carol M.
    Carol M.

    Engraçado... Comecei a anotar os filmes que assistia em um caderno quando tinha 13 anos. Mas até lá já havia assistido a muitos, pois era um vício meu e do meu pai locar filmes, principalmente os de ação nos fins de semana. Com o tempo consegui passar tudo (acho!) para uma planilha no excel, que uso até hoje... Os tais filmes de ação consegui lembrar apenas uns pingados, haha.

    PS. Adorei sua descrição.

  • Héber Cristiano
    Héber Cristiano

    E aí, cara! Tranquilo ? Já vou logo recomendando a série SUITS! Haha

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.