Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/jeanbg/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > jeanbg
25 years, SALVADOR - BAHIA (BRA)
Usuário desde Julho de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Os favoritos são filmes importantes e que merecem ser assistidos, seja pela mensagem que transmite ou pela simples diversão que proporciona.

Últimas opiniões enviadas

  • Jean

    Não é o melhor filme do ano ou produzido pela Netflix, mas é um bom filme.

    O ponto positivo é a carga dramática que ele traz. O filme não é (como nos engana o trailer) só um romance "água com açúcar". Não dá para não ter pena da Kit, a criancinha que espera a mãe.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Já o ponto negativo é que justamente esse drama diminui bastante a motivação da personagem principal ali, O clube Literário. Ela passa de uma escritora interessada em um clube literário à uma mulher super curiosa com a vida de uma jovem. Talvez, em uma situação real, ela ia ser tida como uma mulher bastante intrometida. E mesmo esse drama todo e o conflito de escritor que pode daí surgir (devo ou não contar essa história?), é substituído pelo conflito da personagem principal em decidir com que deve se casar. O esteriótipo da religiosa foi totalmente desnecessário, bem como o romance.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jean

    ZzzzZzz. Talvez a temporada mais rápida que já assisti. Mas não porque a série é uma maravilha, mas porque é ruim mesmo. Pulei a maioria das intermináveis conversas, só para cair em cenas de lutas pouco inspiradas e um esticamento sem sentido da história

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    (na boa, todo mundo sabia como seria o final, que seria uma luta sem graça contra o Davos - porque não havia história na verdade - só que foi pior, com a namorada chinesa dele virando o Punho de Ferro. Sério? Se o Danny já não entusiasmava, depois dessa então... ZzzZzz).

    O melhor seria se cancelassem essa série, mas isso seria admitir o fracasso (excetuando o Demolidor e o Justiceiro) que é este universo compartilhado Marvel, não estou certo, Netflix?

    É melhor que a primeira temporada? Sim. Mas a primeira é péssima, e esse melhor é só um pouquinho, então não se animem muito.

    PS: A personagem Mary Walker é bem interessante.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jean

    Depois de baixada a euforia que o lançamento desse filme causou, vê-se que esse filme nada mais é do que um longo episódio de um seriado dos vingadores. Não funciona como filme solo, porque basicamente só é luta. Luta contra um vilão com marra (só marra mesmo) de vilão trágico (sério, sua visão e plano beiram o ridículo). Não dá!

    O melhor filme da Era Marvel continua sendo o Guerra Civil.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Marcos Soares
    Marcos Soares

    Já viu este documentário?

    https://filmow.com/the-red-pill-t217198/

  • Marcos Soares
    Marcos Soares

    Ah, chegou há pouco tempo na Netflix, então não vão tirar tão cedo. O problema dessa plataforma é que não disponibiliza muitas produções semelhantes. (pelo menos no Brasil)

    Tem 2 filmes deste estilo que vi há quase 10 anos (na época eu curti muito) e preciso rever logo, que são:

    Indonésio>> https://filmow.com/merantau-warrior-t17668/ . A dupla principal de Operação Invasão 1 e 2 estrearam aqui. (diretor e ator principal) Está disponível na Netflix

    E também o tailandês https://filmow.com/chocolate-t8734/, do diretor famoso por trabalhar com Tony Jaa. Não tem na Netflix, mas posso arrumar um link facilmente.

  • Marcos Soares
    Marcos Soares

    Este está na minha lista do Netflix, devo conferir ainda esta semana, após finalizar uma série.

    E também percebo que alguns anos estes países asiáticos vêm ganhando muita força, foi-se o tempo em que apenas produções chinesas/japonesas/coreanas eram destaques por lá. Quem diria que a Camboja entraria com força neste mercado?

    Aí eu olho para o Brasil com o potencial que tem e fico desesperançoso. Temos uma arte marcial nativa lindíssima que casa muito bem com cinema por toda a coreografia possível, que é a capoeira. Mas cadê alguém chegando junto para produzir algo? Insistem nas mesmas comédias que parecem mais novela da Globo...

    Aliás, é tenebroso pensar que a capoeira aparece bem mais no cinema lá fora do que aqui. (mesmo que com personagens normalmente malignos que logo saem de cena após a primeira luta)