Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > jkg
18 years Jaboatão dos Guararapes - (BRA)
Usuário desde Novembro de 2015
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Jackson

    O desenho seguiu manteve uma qualidade consistente desde o início, mas devo dizer que esta é a melhor temporada até o momento.

    Embora a animação das personagens deixe um pouco a desejar — há momentos em que eles estão agitados, as vozes transmitem energia, mas a animação não reflete isso —, é compreensível em um trabalho que teve três temporadas em menos de um ano. Nota-se que a equipe tem muito carinho pela série e faz tudo com a maior dedicação e cuidado possível. Se houvesse mais tempo, seria ainda melhor do que já é.

    Isto não afeta em nada a arte desta temporada, que está excepcional. Os traços das personagens são bastante criativos e únicos e o design da Huntara é um dos meus favoritos da série inteira. Na história, ela não teve tanto destaque como poderia, mas cumpriu bem seu papel nesta temporada e a performance bruta de Geena Davis fez cada momento valer.

    Quero tirar um momento para parabenizar todos do elenco, que entregam performances incríveis desde o início do desenho e se superaram ainda mais. Todos ajudaram a trazer profundidade e singularidade às personagens e aproveitaram suas cenas das melhores formas possíveis.

    Seguindo em frente, a decisão da Netflix de separar a segunda temporada pode ter parecido duvidosa, mas acabou beneficiando o desenho. Foi ótimo ter um momento para respirar entre a parte anterior e esta, ainda mais por serem duas facetas tão distintas da história.

    A busca de Adora por sua identidade continua, mas o clima desta temporada é muito mais sério e tenebroso do que das anteriores. Esta decisão criativa fortaleceu bastante a história e as personagens. Todos têm seu momento de conflito e desenvolvimento e as relações entre eles são bem mais destrinchadas. Isto traz ainda mais complexidade ao desenho e torna as motivações e atos das personagens muito mais críveis.

    Sinceramente, nenhum episódio me decepcionou! Fiquei encantado com cada uma das cenas e daria nota máxima para tudo. Cada momento foi bem-aproveitado e serviu para construir um conjunto maravilhoso que foi a temporada.

    Depois desta leva de episódios, posso dizer com tranquilidade que She-Ra é um dos melhores desenhos da atualidade.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jackson

    Só consegui ver o primeiro episódio e me sinto bem desencorajado a continuar. Apesar de ter um bom traço e ser bem-animada, além do ótimo trabalho de voz e algumas boas cenas e piadas, achei o conjunto da obra de mau-gosto e irresponsável. :/

    Como meu amigo bem disse, parece uma série feita por héteros sobre como acham que é ser gay. É problemática, desnecessariamente falocêntrica (o velho papo "de homem pra homem" que perdura até hoje) e em vinte minutos já reforça vários estereótipos. Cheguei ao ponto de recomendar que meus amigos não assistissem, porque realmente, não acho que valha a pena.

    O que me quebrou mesmo foi o final da primeira cena do primeiro episódio.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Além do óbvio mau-gosto de uma piada de assédio, é um cara que tentou matar um ônibus cheio de LGBT+ ainda mais — e a Lemon deixou ele fugir por ser bonito. ÓBVIO que é assim que gays são, né?

    A partir dali, eu já sabia que seria algo bem duvidoso.

    Sim, é importante que tenhamos uma série LGBT+ de destaque nesse momento. Mas justamente por ser uma série LGBT+ com tanto alcance e visibilidade, poderia ser bem mais socialmente responsável e menos gratuitamente apelativa. Mesmo eu, que sou pintosa, não me encontrei ali.

    Por fim, não — eu não desligo meu lado problematizador. Além de não ser algo que eu ativar ou desativar por já fazer parte do meu senso moral e social, seria injusto se eu o fizesse só por ser um programa LGBT+. A comunidade tem tanto potencial para ser problemática e reafirmar estereótipos quanto alguém de fora.

    Em quesito programa LGBT+, acho que volto a me limitar a 'RuPaul's Drag Race'. Temática parecida, abordagem completamente diferente.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jackson

    Sendo bem sincero, eu gostei bastante do primeiro episódio e acho que consigo apreciar como uma história alternativa aos Titãs que conheço!

    Apesar disso, tem uns pontos da adaptação que eu não concordo muito, e eu acredito que o episódio fluiria melhor se fosse dividido em "blocos" diferentes que se encontrassem no final (tipo, só Ravena/só Robin/só Estelar/tudo se conectando/cena pós-episódio com o Mutano).

    O figurino ainda continua triste, pra mim. :/

    Anna Diop é muito rainha, mas aquele visual não a favoreceu em nada. Acho que o mais me incomodou foi o cabelo, que eu ainda tinha esperanças de ser uma peruca. Nem acho que precisasse ser mais parecido com as versões anteriores, só acho que aquele visual não funcionou... Acho que uns dreads vermelhos que pegassem fogo ficariam muito mais fodões, sabe?

    Mas eu preciso dar os créditos a quem fez o figurino da Ravena, que apesar de ser uma roupa "civil", ainda referencia o traje de heróina dela de um jeito bem bacana. Eu usaria aquelas roupas, achei um luxo! ❤

    Mas é um ABSURDO que ainda não tenham posto em evidência a verdadeira protagonista dessa série, a bunda do Dick. Estou indignado, muda Brasil! >:c

    Ciborgue continua fazendo falta, mas eu tô torcendo pra que ele entre na próxima temporada. Sei que eles estão focando mais em desenvolvê-lo na 'Liga da Justiça', mas até a segunda temporada chegar, acho que há um bom tempo pra botar as ideias no lugar!

    Mas acredito que o que mais me incomodou foi a Ravena. Apesar da trama e da personalidade dela funcionarem bem no contexto da série, a apatia e a petulância da cavala fazem falta. Achei ela muito garotinha indefesa, o que tem sido minha reclamação desde os trailers, e eu não acho que isso vá mudar ao longo da série.

    Apesar disso tudo, a série tem bastante pontos positivos! <3 A história é bem-desenvolvida e me instigou o bastante pra garantir que eu veja o próximo episódio. A vontade de ver tudo se desenrolar, o grupo se unir e sair dando uma coça no pessoal é gigantesca. Acredito que há um potencial imenso potencial pra evoluir os personagens e abordar as dinâmicas do relacionamento entre todos.

    Os efeitos especiais também são incríveis — a cena em que a Estelar revela os poderes foi espetacular, e a Ravena The Monya também me fez dar uns pulos da cadeira! :o Admito que a cena de luta do Robin também foi muito bem-feita, apesar de lutas não me animarem muito.

    Enfim, tô prontíssimo pra ver como essa história se desenrola! ❤ Manda mais que tá pouco!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para Jackson.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.