filmow.com/usuario/joaopedrosilvasantos1/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > joaopedrosilvasantos1
25 years Poços de Caldas - (BRA)
Usuário desde Janeiro de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"Resta essa imobilidade, essa economia de gestos
Essa inércia cada vez maior diante do Infinito
Essa gagueira infantil de quem quer exprimir o inexprimível
Essa irredutível recusa à poesia não vivida..."
(Vinicius de Moraes)

Últimas opiniões enviadas

  • João Pedro

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Tudo no museu eram obras do Renascimento, o quadro Leda e o Cisne reproduz um episódio em que uma mortal adquire o conhecimento através de Zeus. Paralelamente, o projeto do lugar para onde eles deveriam ir se chamava Êxodo, trecho da Bíblia hebraica e cristã sobre a saída dos judeus do Egito, a crença na "terra prometida". E no final ainda temos aquela citação de T. S. Eliot ("Não deixaremos de explorar e, ao término da nossa exploração, deveremos chegar ao ponto de partida e conhecer esse lugar pela primeira vez").


    A ideia do filme é boa. Romper com dogmas religiosos, Novos Mundos, terras prometidas e apostar na ciência, na razão e no homem. Um diretor decente talvez tivesse feito um bom trabalho com esse texto.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Sobre a citação de "O Banquete", me chamou a atenção o fato de Micah não apresentar a interpretação socrática de Eros, mas a mitologia defendida por Aristófanes na obra de Platão. Primeiro, porque essa ideia de metade da laranja é bem judaico-cristã. Segundo, porque ele acaba indo, e ela não. Ela rompe com sua "metade da laranja" ao transar com ele.


    Enfim... por ter sido uma boa tentativa, darei um 5/10.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • João Pedro

    "Houve um protesto racial que virou um motim na convenção [do Partido Republicano] em Miami. Eram duas versões dos EUA se chocando. As fontes de divisão em nossa política foram decididas na eleição de 1968. Alianças que mudaram a nível racial, religioso, socioeconômico. O que agora chamamos de 'política de identidade' estava sendo formada naquele momento e [Bill] Buckley sabia disso por que em parte ele ajudou a criá-la. [...]
    Bill Buckley disse: 'Essa eleição será decidida pela questão da lei e da ordem'. E ele estava certo. O que passa pela cabeça das pessoas, o que lhes dá medo é que uma geração que através do New Deal foi colocada na classe media, vá perder agora todas essas conquistas. Essas são as questões que estamos debatendo hoje. [...]
    Essas personalidades se tornam mais interessantes quando já não atraem tanta atenção, porque daí tem este tipo de silêncio dentro delas. Eu comparo isso num ensaio que escrevi sobre o grande poema de Wallace Stevens, 'O Boneco de Neve', onde ele diz: 'Você precisa ter uma mente de inverno para ver nada do que não está ali e o nada que está'."
    Sam Tanenhaus (autor da biografia de William F. Buckley, Jr.)

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Diego
    Diego

    Não entendi, explica aí

  • Marcella
    Marcella

    alecrim dourado pq marcella ao contrario é allecram mas como eu nao queria ser descoberta eu mudei pra alecrim. e alecrim dourado por causa da musiquinha, rs.

    não abandonei exatamente a outra, mas é que tinha muito filme ja q eu ja nem lembro q vi, a história e etc. aí comecei dnv.

    pq eu sou virginiana e vira e mexe me dá uns trem de querer organizar as redes sociais já que pra organizar a vida eu não tenho cu.

    e vou escrever juão sim pq é como eu falo. não imprica comigo.

  • Marcella
    Marcella

    oi juão

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.