Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/joascirne/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > joascirne
26 years (BRA)
Usuário desde Maio de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Joás Cirne

    Deu uma fraquejada mas ainda assim conseguiu terminar bem. Aparentemente terá continuação, e pelo que se viu, a série pode virar uma "bomba" de primeira.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Coulson morto-bem, até que provem o contrário...
    May saindo tbm?!
    Mack virtuoso, tão patético quanto Tyreese de TWD
    Fitz morto(Talvez não).

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Joás Cirne

    Filme longo, que tenta transmitir todas as misérias e crimes que são cometidos em ambientes hostis africanos, no caso, Congo. Dá a impressão que a protagonista foi fazer um turismo, e encontrou algo que ela nunca ouviu falar. Poderiam ter dado mais importância ao Jamir, foi provavelmente o personagem mais importante da trama, e ainda assim, o menos explorado. Foi covardia colocarem a ONU como vilã, deixando no ar a ideia de "racismo", uma canalhice sem tamanho.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Joás Cirne

    A série tem uma neblina de suspense interessante apesar de ser um drama, paralelamente, coube ainda um mistério que leva o espectador ao estilo "whodunit". Porém, o desfecho não é dos melhores, o excesso de personagens para encher linguiça é enorme, ou poderia dizer, excesso de personagens rasos e mal feitos. Sendo honesto, os pontos que mais me incomodaram foram a Jenny só aparecer chorando ou quase; A cena do Chris sendo subjugado,genuinamente patética; E o que mais me incomodou de verdade, é que o Tom não transmite empatia, séries desse tipo, o personagem central é quase que obrigado a fazer isso para garantir o sucesso da trama, mas a falta de emoção que o Michael C.Hall dá ao personagem, deixa a impressão que ele nunca saiu do Dexter. Talvez meu julgamento esteja contaminado por ter gostado da série Dexter, me fazendo sempre esperar algo mais enérgico do Tom e isso estar interferindo na minha visão. Achei bem fraca, não recomendo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para Joás Cirne.