Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/keplermartinsbaskin/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > keplermartinsbaskin
(BRA)
Usuário desde Julho de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Kepler Martins Baskin

    Dirigido por John Huston, “O Falcão Maltês” apresenta todas as características marcantes do film noir – apontadas pelos críticos franceses que estudaram o movimento -, como os detetives de caráter duvidoso, os ambientes fechados e o predomínio de cenas noturnas (direção de fotografia de Arthur Edeson), a trama policial e, obviamente, a narrativa que gira em torno de algum crime. No caso, o detetive particular Sam (Humphrey Bogart) é procurado por Brigid O’Shaughnessy sob a alegação de que a moça está sendo ameaçada. Só que tanto o seu perseguidor como a pessoa contratada para protegê-la aparecem mortas e a investigação começa a levantar suspeita de praticamente todos os envolvidos.

    O roteiro intrincado do próprio John Huston, baseado em livro de Dashiell Hammett, desenvolve a trama com cuidado, nos levando lentamente para a tensa conclusão, mas já fisgando o espectador logo no início, com a morte do parceiro de Sam. Da mesma forma, Huston tem o cuidado de não tornar os personagens unidimensionais, deixando sempre uma dúvida no ar sobre o caráter de cada um deles. Através da linguagem despojada, cheia de gírias, e de atitudes ambíguas de praticamente todos os personagens, Huston jamais permite ao espectador antecipar o que acontecerá na trama, o que só colabora para que a narrativa se torne cada vez mais tensa e imprevisível.
    Empregando um ritmo agradável ao longa, graças à montagem de Thomas Richards, e criando ainda momentos interessantes, como quando a câmera simula o olhar embaçado de Sam antes de um desmaio, John Huston mostra muita competência atrás das câmeras e entrega um filme memorável. E hoje, muitos anos depois do lançamento de “O Falcão Maltês”, nós sabemos que ele fez mais do que isto. Huston entregou um dos filmes mais respeitados da história do cinema.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Kepler Martins Baskin

    Demais! Sem apelação, piadas inteligentes, com os atores interpretando como se tudo fosse um filme policial muito sério, ignorando o absurdo das situações vivenciadas. Nielsen (já sinto saudade) está perfeito: compenetrado em sua luta contra o crime, tornando tudo ainda mais hilário. E o melhor: dá para ver com a família, com apenas algumas cenas levemente picantes, mas nada que escandalize.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Kepler Martins Baskin

    Bom filme de ação dos anos 80, que se não for levado muito a sério, acaba sendo diversão garantida. Tem alguns absurdos que eram típicos das produções daquele período, mas a trama é simples e prende a atenção enquanto o filme dura. Para quem viu o filme na TV ou no cinema nos anos 80 é quase uma obrigação rever. Nostalgia pura.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.