filmow.com/usuario/lairarocha/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > lairarocha
26 years São Paulo - (BRA)
Usuária desde Novembro de 2013
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Laira Rocha

    Vale a pena ver pela beleza! O filme é muito bonito, ótimos looks, ótimos closes, mulheres maravilhosas e fortes. O roteiro é previsível e não tem nada de especial, mas não é uma história para se jogar fora. É um bom passatempo, mas está longe de ser o melhor filme do ano.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Não curti o final não. Queria ver a sapatona sendo feliz e ricaça sem ninguém destruir o sonho dela

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Laira Rocha

    Que bela execução! Um filmão feminista. O protagonismo é todo das mulheres na luta pela sindicalização da última tecelaria não sindicalizada nos EUA.

    Fotografia belissima, bem tradicional do cinema americano nos anos 1980. A história é comovente e os personagens são muito reais. Sally Field dá um show de interpretação no papel da protagonista Norma Rae.

    Temas centrais: luta sindical, white trash, conservadorismo, mãe solo e racismo.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Tem uma cena brilhante que fala muito sobre a violência contra mulheres na política... assim que Norma Rae sai da cadeia, a primeira coisa que ela faz ao chegar em casa é contar para seus filhos de menos de 5 anos sobre sua vida sexual. Porque ela sabe que assim que quiserem machucar ela ou deslegitimar sua luta é sobre isso que irão falar. Me emocionei com essa cena, esse é um resumo de todas as mulheres na política... nossa vida sexual é sempre usada para atacar nossos ideais.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Laira Rocha

    Poderoso esse filme! Curto e conciso, recolhe relatos de mulheres caminhoneiras dos Estados-Unidos. Incentiva mulheres lésbicas a continuarem na busca pela seu espaço, afirmando sua identidade, acolhendo a si mesmas e resistindo à pressão dos procedimentos médicos de transição de gênero.

    Foi como um abraço, ótimo filme para se ver no mês da visibilidade lésbica. Acredito que ele seja um ótimo filme para heteros entenderem a dimensão do sofrimento e da potência do que é ser sapatão caminhoneira. Bem didático.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.