filmow.com/usuario/leonardoterra/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > leonardoterra
28 years (BRA)
Usuário desde Janeiro de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Leonardo Terra

    Um documentário muito bem dirigido que nos mostra todo o esquema de exploração da mão de obra humana - uma escravatura disfarçada - aplicado no sistema carcerário, é um absurdo tudo que vemos aqui.

    O ódio por uma parte das pessoas é visível, não que todos sejam santos, mas a maneira truculenta com que as autoridades tratam as pessoas negras é algo a ser revisado e punido com a lei.

    É espantoso ver o apoio de grandes marcas multinacionais a um sistema privado prisional que lucram com o imenso número de presos, marcas que exploram a mão de obra carcerária em vista de diminuir seu investimento e aumentar o seu lucro.

    As músicas apresentadas como trilha sonora são impactantes, letras de protestos que refletem grande parte das injustiças e problemas raciais e políticos.

    Não defendo bandidos, o que eu defendo é a igualdade de julgamento e aplicação da lei para todos, e isto independe de cor, pois eu e você temos os mesmos direitos e deveres, deve-se sim punir criminosos, mas não punir sobre um julgamento racista e deixar ao abandono àqueles que já estão pagando pelo que fez.

    É um assunto muito sério e urgente presente, e muitas vezes já arraigado, em vários países do globo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Leonardo Terra

    Menosprezaram a capacidade do ator Kevin Bacon, um filme que beira a insignificância, vai virar fumaça e sumir com o tempo assim como acontece com os espíritos no filme.

    No começo até parece ser um filme interessante, tem todo um suspense em torno do garotinho com autismo, mas nada além disso. O resto do filme é uma história muito ruim, com alguns clichês bem ruins, chegando a um final pífio.

    Um filme fraco em todos os aspectos. Um terror de filme. Desastroso.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Leonardo Terra

    O nome do filme é praticamente um aviso para o personagem principal, um aviso que ele deveria ter seguido desde o primeiro minuto dele na história.

    Eu estava bem curioso para assistir este filme, pois o buzz em torne dele é grande, como ele é recente, até o momento em que escreve ele ainda está em evidência, e não é pra menos, que filme apavorante e assustador.

    Com um enredo inicial bem tranquilo, ao longo da sua construção vai-se revelando uma espécia de labirinto em torno do personagem Chris, a história é pintada em tons obscuros a partir da chegada dele à casa da família de sua namorada Rose.

    A chegada do casal à residência é o início de um estranho e perturbado comportamento da família da namorada de Chris, envolvendo a questão racial, que através da hipnose e da medicina, o terror tentará dominar não só a mente, mas o corpo desejado do jovem Chris Washington.

    O diretor Jordan Peele consegue jogar todo uma tensão em meio a uma história que caminha se revelando previsível, mesmo sabendo do provável e temido destino, é inevitável a sensação de claustrofobia em torno do cerco que vai se criando em torno da vítima.

    O terceiro ato vai se contruindo muito bem, peca em alguns momentos, mas é compensado por boas mudanças de comportamento de alguns pesonagens quando tudo é posto sob a luz.

    FInalizo deixando aqui minha crítica positiva, um filme com elementos que misturados revelam uma espécie de comunidade macabra, onde se faz o que for por um corpo jovem e viril.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.