filmow.com/usuario/louisesgalvao/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > louisesgalvao
32 years (BRA)
Usuária desde Julho de 2009
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

• Eu sei que a minha lista de filmes que não quero ver é extensa. Nela contém filmes cujo tema ou gênero não me interessa. O que é bom para você, pode não ser para mim e vice-versa. Não trabalho com cinema e não assisto 10, 20, 30 filmes por dia.

• Eu tenho o direito de não gostar de um determinado filme e de expressar a minha opinião, portanto não sugira um filme meia boca, pelo simples fato de eu não ter curtido um dos seus filmes preferidos. Respeite, antes de sugerir algo.

Últimas opiniões enviadas

  • Louise S.

    Bom diretor, pena que não sei falar o nome completo. Achei que sairia destroçada do filme, mas saí pensativa. O diretor nos dá a liberdade de criar um desfecho, venho aqui, humildemente, compartilhar o meu com vocês.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Alyosha sumiu. Ninguém sabe, ninguém viu. É algo que acontece com muita frequência. Pessoas dobram a esquina e desaparecem para sempre. Dizem que isso é pior que a morte e realmente deve ser, pois imaginem uma mente sempre bombardeada com perguntas do tipo: "onde ele está? ele está bem? será que está morto?" Essa é a mente dos pais com filhos desaparecidos. No caso dos pais de Alyosha, o que enverga é a culpa. Sempre haverá algo, para fazê-los lembrar do filho desaparecido. O diabo do pai jogou o filho mais novo no berço com toda fúria. Aquela criança sempre o fará lembrar do filho que sumiu. A mãe correndo na esteira, sem sair do lugar, simboliza o tempo gasto com buscas sem sucesso. Aí ela cansa. A culpa é deveras pesada. A frieza dos pais tenta camuflar a culpa, mas ela estará sempre com eles e será carregada até o caixão!

    Para quem é pai/mãe, a porrada é mais dolorosa, pois faz refletir sobre o relacionamento com os filhos e, quem sabe, mudar como pai, mãe e ser humano. Um filme de extrema necessidade.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.