filmow.com/usuario/lucianaromao25/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > lucianaromao25
29 years Manaus - (BRA)
Usuária desde Setembro de 2017
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Luciana

    Nossa gente... Que documentário triste, angustiante e revoltante mas UM DOS MELHORES QUE JA ASSISTI NA VIDA. Eu tinha colocado o 1epi para assistir uns meses atrás e por algum motivo eu acabei não assistindo, mas ai, esse feriado chegou e eu resolvi "dar uma chance", porque até então eu não tinha nem procurado saber se era bom ou não, foi quando de fato sábado eu terminei o primeiro epi, e vim aqui ver os comentários de vocês, e me fez ficar mais curiosa e animada p ver ate o final, e hoje finalmente eu terminei. Vou enumerar aqui (pq eu acho mais fácil) só 5 coisas das várias coisa, que mais me chamaram atenção (além de eu ter achado uma BAITA produção, parabéns Ryan). Impossível não chorar, não se emocionar, não sentir empatia, não somente pelas vítimas, mas por toda a família também.

    Vou marcar como Spoiler o restante:

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    1- De cara a primeira coisa que me chamou super atenção e que eu fiquei super apaixonada, foi Abbie e Gemma, a dedicação delas em solucionar o caso, sem sombra de duvidas, muito mais interessadas do que os próprios policiais, fbi e os caralhos, se doar para tentar solucionar algo que praticamente não afetou elas da forma que afetou tantas outras alunas, isso é de um coracao, são pessoas que você olha e pensa "O mundo ainda tem muitas pessoas maravilhosas"... que aaaaah, fiquei apaixonada.

    2- Eu já tinha ouvido falar sobre casos de pedófila nas igrejas e tal, mas eu nunca deixei me aprofundar sobre, ler casos, ver matérias, documentários, e vou confessar que nem passava pela minha cabeça q esse doc envolvia isso. E eu to ate agora bastante impressionada com os relatos da pavorosos da Jane Doe. O assassinato da Cesnik se tornou até algo secundário diante de toda nojeira contada pelas vitimas, mas eu sei que uma coisa, leva a outra, enfim...

    3- Eu não entendo muita coisa de justiça, polícia, protocolos e essas porras todas, mas é visível que todo o tempo a polícia tava do lado da igreja (mascaradamente mas tava), e é revoltante isso. Como pode 50 e poucos testemunhos de vitimas e nada foi feito? O cara morreu e nada aconteceu, REVOLTANTE.
    O sentimento é so um : REVOLTA. Imagina, se você que assistiu ficou revoltado? Imagina as vitimas? qual o sentimento?

    4- Jane Doe, aaaaaaaa JANE DOE. Virei fã dessa mulher. Depois de tudo, não desistiu, casou, teve seus filhos e agora ainda cuida da mãe e ainda passou por poucas de boas com todo esse caso, perdeu o marido, e mesmo assim na batalha de conseguir alguma justiça.

    5 - Jane Row SE FORMOU EM DIREITO AOS 49 ANOS para ajudar pessoas necessitas, pqp.

    Parar por aqui, porque é demais pro core minha gente. Essa documentário acabou comigo, mas ao mesmo tempo me encheu de esperanças.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Ps: Em momento algum desmereci a história da Cesnik, infelizmente ela iria fazer algo, e infelizmente tava no lugar errado e na hora errada. Mas acho que é meio dificil você focar na historia dela, depois das histórias contadas do Padre, como disse la em cima, meio que a série sai do foco "Morte da cesnik" e vai para "casos de pedofilia na igreja católica". É foda, é muito pesado.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Luciana

    QUE FILME! QUE FILME! Merece oscar, atuacoes e cenas memoráveis. Todo mundo deveria assistir esse filme.

    Eu fui dormir angustiada olha! Só de pensar que dos anos 70 pra cá, não muda muita coisa. E a passeata do Ku Klux Klan q aparece no final. Gente, como pode? :(

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.