Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > luis_fr
17 years (BRA)
Usuário desde Junho de 2010
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"O gato da Sra. Frenchie desapareceu. Há cartazes em toda a a cidade escritos: “Alguém viu o doçura?". Todos vimos os cartazes, mas ninguém viu doçura, o gato. Ninguém. Até a manhã de quinta-feira passada, quando a Sra. Collete Piscine desviou o carro para não atropelar o doçura enquanto atravessava uma ponte. Esta ponte, agora um pouco danificada, se transformou em um tesouro local e até tem um nome sofisticado: "Pont de Flaque”. Bom, Colette, isso parece “culotte”, que significa “calcinha” em francês. E “Piscine” significa “piscina”.“Panty Pool”. “Flaque” também significa “piscina” em francês. Colette Piscine ou “Panty Pool” em frânces atravessou a “Pont de Flaque” ou a “Pont de Pool”, para não atropelar o gato da Sra. Frenchie, que desapareceu em Poontypool. Pontypool. Pontypool. Panty Pool. Pont de Flaque. O que significa isso? Bem, Norman Mailer tinha uma teoria interessante que utilizava para justificar as estranhas coincidências por detrás do assassinato de JFK. Como consequências de grandes eventos tanto antes como depois, detalhes físicos que sofrem espasmos por um momento, se separam. E quando voltam ao seu estado normal, tudo isso bate de uma forma pouco usual. Nomes de ruas, aniversários, segundos nomes, coisas supérfluas que se relacionam entre si. É o efeito cascata. Bem, o que isso significa? Bom, significa que algo vai acontecer. Algo importante, mas sabemos que sempre há algo que está prestes a acontecer." - Pontypool

Últimas opiniões enviadas

  • Luis Filipe

    – Você já ouviu o ditado: “Tudo em nada?”
    – Não.
    – Isso significa que você tem tudo quando não se tem nada.

    Primeiro longa que assisti de Toshio Matsumoto, diretor que já admirava por seus curtas quase sinfônicos, não fui decepcionado quando provei um pedaço maior de sua criação com um pouco mais de duas horas. O prólogo onírico traduz o que virá a seguir, uma história de tirar o fôlego, cruel e sangrenta, onde o ódio oprime qualquer outro sentimento humano, exceto o sofrimento. Qualquer traço de paz ou amor vistos nos primeiros minutos estão mentindo para você, tudo está debaixo da terra, prestes a emergir. O visual preto e branco cria um mundo de sombras, sempre recoberto por uma penumbra, não importa o quão fundo tente observar em um cenário, não irá muito longe, entretanto, não apaga o odor sanguinário que ousa participar após o primeiro ato de traição. “Shura” consegue ser violento e provocativo, a loucura o acompanha, e a cada lâmina brilhando contra o espectador, se extingue qualquer esperança de um pouco de felicidade em meio ao caos.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Luis Filipe

    O primeiro curta compete uma história climática e angustiante em primeiro impacto, mesmo que absorto para o suspense crescente de modo que não venha a dar uma resposta clara, consegue ser satisfatório e um dos melhores curtas da antologia. O segundo segue uma linha firme do início ao fim, por vezes tragicômica, e por outras, inquieta, trazendo uma conclusão sombria, o meu favorito dentre todos os apresentados. O terceiro não passa de um "Slasher" que supre espaço – tipo presente na maioria das obras antológicas de terror –, proveitoso em maquiagem e penoso em um roteiro genérico. Já o quarto, decepcionante, uma ideia boa desperdiçada, diálogos expositivos óbvios que deixam a conclusão previsível em pouco tempo de tela, seria mais interessante se fosse guiado por roteirização e direção mais subjetivas. O seguimento que liga cada curta foi um espetáculo. No fim, temos um longa razoável com uma recepção mais negativa do que o esperado.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Allan
    Allan

    Tenta assistir sim c: EU ATÉ AGORA N VI HOMEM ARANHA TO PASSANDO MAL FLHGH to com medo de death note ser ruim ç.ç Mas vou ver mesmo assim c: Vou dar uma olhada sim, pode deixar!

  • Cláudia
    Cláudia

    Olha, eu não tiro a sua razão. Tem séries q eu assisto a primeira temporada e depois parto pra outra totalmente diferente. E quais são os investigativos q vc gosta?

  • Gustaf Byrjun
    Gustaf Byrjun

    oi bbzin s2