filmow.com/usuario/malumello16/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > malumello16
29 years, Salvador/Ba (BRA)
Usuária desde Janeiro de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Uma amante do cinema, mas acima de tudo do bom cinema, do cinema como arte e forma de entretenimento.
Gosto de escrever esporadicamente críticas de filmes.

Últimas opiniões enviadas

  • Maria Luiza

    O Sr. Stevens tem transtorno de personalidade esquiva com inabilidade de demonstrar sentimentos ou empatia. Provavelmente seja esquizoide.
    Não sou psicóloga nem psiquiatra, mas esse parece ser um bom filme para estudantes assistirem.
    A interpretação do Anthony Hopkins é perfeita. Aquela clássica frase inglesa de que "muitos homens vivem em um silêncio desesperador e vão para o túmulo com a canção dentro deles' nunca foi tão bem demonstrada. O homem inglês cordial tem uma obrigação com a moral e a destreza muito antes dos prazeres humanos.
    Filho de um mordomo, tendo este como exemplo profissional a ser seguido, e com pais que não demonstravam afeto (como ficou claro na fala do pai dele em leito de morte dizendo que não amava a esposa) podem ter desencadeado o comportamento apático, esquiva, desinteressado, robótico, obsessivo com uma moral e decência pré-definida, padrão e restrita onde o ser humano desaparece e a única coisa que existe é o ''objeto'' mordomo personificado.
    Apesar de secretamente ansiar desesperadamente por ter e viver esses momentos prazerosos, a obsessão em ser o mordomo perfeito, a insegurança, o medo da rejeição, junto com a inabilidade em demonstrar e agir com empatia frustram o Sr. Stevens e aqueles a seu redor, como a Sra Sally Kenton com um amor não vivido e inclusive seu patrão por não ter nele um amigo, confidente para momentos difíceis após a morte de um parente na guerra.
    Enfim, em momentos sutis de pequenas falas e reações perfeitas dos atores percebemos essas peculiaridades. Um filme triste e melancólico de como um transtorno não devidamente tratado pode levar pessoas a não viver suas vidas completamente. O medo e a insegurança, quando dominam o homem, não o permitem viver todas as possibilidades, sensações, prazeres, alegrias, desejos e vivências do ser em plenitude. Entretanto é a civilidade, racionalidade e sabedoria que nos distinguem de meros animais irracionais. Quais os limites entre eles? Talvez este seja mais um grande questionamento deste filme.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Maria Luiza

    O filme começa mal, se desenvolve mal e termina mal.
    Deveriam ter explorado mais os orcs. Mas não, eles decidiram expandir demais o universo desde o primeiro filme adicionando fadas, elfos, magia, nesse único filme,... o que faz tudo confuso e mal explicado.
    É como um filme de herói com 3 vilões.
    Fica difícil terminar de ver até o final.
    Uma decepção

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.