filmow.com/usuario/matheusdesimone/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > matheusdesimone
24 years (BRA)
Usuário desde Outubro de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Matheus de Simone

    Chegar aqui e ver comentários, vindo de homens (heterossexuais ou não, que seja) deslegitimando o filme, diminuindo por conta das cenas de sexo - diga-se de passagem, que não são para dar prazer a um homem hétero que procuraria pela categoria "estupro" em sites de pornografia - é a prova de que o filme é muito contundente no que se propõe. A quem se interessar, Teoria King Kong, escrito pela diretora, pode trazer uma luz às questões que o filme lança.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Matheus de Simone

    Um filme mais que pertinente nos dias atuais. As comparações com Que Horas Ela Volta podem existir, mas não vão levar a muitos lugares quando o objetivo for julgar qual é melhor ou pior - são dois filmes que convergem ao explorar a classe média, mas com olhares tão distintos que os dois juntos podem facilmente se completar. Senti os conflitos de Casa Grande girando mais em torno da decadência dessa classe que não é nem pobre, porém também não dá mais conta de sustentar seus pequenos luxos - além de que, como o próprio nome sugere, neste existe uma separação maior dos territórios habitados pelo pobre e o "rico", é essa segregação, essa cidade partida, que dá a tônica do filme. E que quando essa separação se dilui por um momento, há um conflito evidente. Como quando antigamente o senhor de engenho dava suas escapadas com as escravas e a esposa a castigava, enquanto ele se livrava de qualquer culpa

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    (por isso acho que manter a identidade de quem tirou as fotos da empregada foi uma jogada inteligente, pois por mais que ela tenha dito o contrário, ainda pode ter sido o patrão, o filho ou mesmo uma terceira pessoa)

    . Em Que Horas Ela Volta, essa separação não existe, o conflito está em justamente essas duas classes estarem interagindo em um mesmo espaço, cada vez mais carregado de tensão. Ah, e destaque para a atuação de Clarissa Pinheiro.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.