Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > mathpan
28 years, Porto Alegre (BRA)
Usuário desde Dezembro de 2009
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Matheus Pannebecker

    Repleta de estilo e suspense, mas surpreendentemente oca do ponto de vista dramático. Sem a parte técnica e toda a hipnotizante personalidade de Sam Esmail na direção, sobra muito pouco. Além disso, a resolução não está à altura de todo o mistério armado ao longo da temporada, o que sempre é um problema para programas que se sustentam através de incógnitas e suspense. "Homecoming" pode até ser viciante e um ótimo exemplar daquele tipo de série para ser vista de uma tacada só (facilita os episódios serem poucos e compactos), mas acho improvável que fique por muito tempo com o espectador após o desfecho. Tratando-se da Amazon, que tem um vasto portfólio de séries com substância, realmente poderia ser mais consistente.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Matheus Pannebecker

    Indiscutivelmente inferior à primeira temporada. A história como um todo andou em círculos, a maioria dos conflitos se arrastou desnecessariamente por vários episódios e, no final das contas, a série chegou bem perto de se tornar um mero sofrimento estilizado. A pauta é urgente e as discussões idem, mas "The Handmaid's Tale" perdeu a mão após não ter mais um material para adaptar como base. Sem falar que jogaram todas as reviravoltas e catarses imagináveis no último episódio só para finalmente dar uma chacoalhada e garantir o interesse do público pela terceira temporada. Não tenho nem vontade de continuar assistindo! Merecido o tombo no Emmy desse ano.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Matheus Pannebecker

    Não deixa de ser um tanto frustrante o fato da trama não ter um sentimento de perigo ou ameaça real, principalmente se tratando de um filme sobre roubo. Tudo é caminho fácil e contornável para as personagens, o que joga para o elenco toda a responsabilidade de trazer graça e carisma ao resultado. E obviamente a missão é cumprida: se não fosse o irresistível e talentoso grupo de intérpretes reunidas aqui (todas trabalhadas em lindíssimos looks com vestidos e joias caríssimas), faltaria algo de mais entusiasmante para se falar sobre "Oito Mulheres e Um Segredo".

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Diogo Souza
    Diogo Souza

    Oi, Matheus! De nada, rapaz. Seriado é sempre bem mais complicado de estar em dia. Mais uma coisa que eu esqueci de pontuar: achei massa você lembrar de "last mile home" no posto de Melhor Canção dos filmes da temporada. A música fecha muito bem com "Álbum de família": "estou sonhando na última milha para casa (...), não tenho para onde ir". As vozes da melancolia das personagens desse filme ecoam na letra dessa música, que parece que traz versos que marcam, isoladamente, quase todas as personagens, indo da solidão da separação dos familiares com a distância que permanece mesmo quando estão juntos. Caiu bem ouvir a canção só nos créditos finais, com o fechamento das folhas daquele "álbum", antecedida pela imagem final do rosto de Julia Roberts. A meu ver, ao lado de Arcade Fire em "Her", foi um dos melhores trabalhos de integração entre a música (nesse caso, o Rock) e o cinema. Um abraço :D

  • Diogo Souza
    Diogo Souza

    Parabéns pelo Cinema e Argumento. É o único site de crítica de cinema que criei o hábito de ler semanalmente. Não sei você, mas tenho a impressão de que os textos de crítica de filmes que circulam aqui no Brasil através de blogs ou de redes sociais tendem a querer ser "profundos demais". Os seus textos são muito bem escritos, leves e equilibram os aspectos positivos e negativos dos filmes, sem aquela pretensão de "sabe tudo" ou cult. Li o texto sobre a série "Six feet under", muito bacana também. Minha série favorita. É a única coisa que sinto falta no site: mais textos sobre séries. Porém, entendo que o foco do site é cinema. Mais uma vez, deixo as minhas parabenizações.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.