Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/michaeldeandrade/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > michaeldeandrade
25 years, Campina Grande (BRA)
Usuário desde Outubro de 2013
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Michael

    "Gillick - Você tem que fazer o que você tem que fazer. Eu dou meu jeito!
    Graver - Boa Sorte! "

    Esse fatídico diálogo da cena que abre contagem para os 50 minutos finais do filme demonstra como 'Dia do Soldado' não é um filme sobre heróis e anti-heróis, muito menos um simples filme de ação.
    Taylor Sheridan aos poucos vem se consolidando como um patrono para aquilo que o próprio alcunhou como Neo-Western. Não que seja um subgênero o qual ele tenha inventado, 'Fargo' e 'Onde Os Fracos Não Tem Vez' já davam suas caras nesse estilo décadas atrás, porém a forma com que o roteirista/diretor texano vem moldando isso em seus últimos trabalhos faz com que o cinema hollywoodiano passe a ser novamente respeitado internacionalmente por seus thrillers, colocando-os no mesmo patamar do cinema sul-coreano.
    Sheridan faz 5 roteiros excepcionais em menos de 3 anos, trazendo a tensão, violência, e dubiedade dos protagonistas tipicas dos Westerns para os dias atuais, e se antes cineastas trabalhavam com universos e situações quase misticas, agora a temática é pautada na realidade, com situações reais e por vezes cruéis que presenciamos todos os dias nos jornais e em redes sociais.

    Durante o anuncio dessa continuação me deparei várias vezes com fãs do primeiro filme argumentando sobre a necessidade de uma continuação para uma obra tão boa. Apesar de compreender, não compartilhava dessa opinião, pois Sicario apesar de não ser um blockbuster já é uma propriedade/franquia de respeito internacional. É o jeito americano de se fazer o 'Tropa de Elite', 'Suburra' e 'Gomorra', e assistir esse segundo capitulo já me faz aguardar ansiosamente pelo terceiro longa.

    Duas perdas consideráveis aconteceram de um filme para o outro - e não, não estou falando da Emily Blunt.
    Perdemos primeiramente o compositor 'Jóhann Jóhannsson', e "perdemos" também o mestre Villeneuve. Porém a preocupação inicial da obra ser ruim, ou abaixo do esperado se vai logo aos 5 minutos iniciais de filme.

    Hildur Guðnadóttir, parceira de Johannsson, conseguiu emular bem os "sopros" da famosa trilha "The Beast" do original, criando uma score tão sombria que tocá-la repetidas vezes cria um elo de tensão que ecoa por todo filme. E não menos importante temos Sollima, que é cruel em sua direção, e acaba por se aprofundar até mais na atmosfera suja deixada por Villeneuve no primeiro filme.
    Se antes a personagem da Emily Blunt nos trazia um ar de "bondade" e "inocência" diante da "guerra fria" americana contra os cartéis, agora com o universo estabelecido, o filme mergulha de vez em um banho de sangue e violência, onde homens fazem coisas consideradas terríveis apenas porque é o seu trabalho.
    A trama é deveras bem construída, se utilizando do mesmo artificio do original; com uma trama secundária (sem sentido inicialmente) que se cruza com a principal próximo ao fim. Além de que o filme, apesar da ficcionalização, acaba por dar uma aula de politicas internacionais, apresentando para o grande público, por exemplo,

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    a ligação entre o Estado Islâmico e os cartéis mexicanos, que mesmo resolvido com a frase "eram caras de New Jersey", deixa muita coisa em aberto principalmente pelo trecho inicial.

    O que pode ser facilmente utilizado como subtrama para o próximo.
    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Mesmo não saindo como planejado pelo governo americano, a guerra entre os cartéis começou, e as possibilidades até a tão aguardada vingança do Sicário são várias! Graver mostrando um pouco de humanidade ao "salvar" Isabel, abre as portas inclusive para um retorno da Kate Macer (se bem que o arco dela fechou com maestria no primeiro filme)

    Enfim, pelo textão é de notar que gostei muito do filme. É o tipo de cinema de qualidade, que é "acima da média" para um blockbuster, mas acaba renegado em grandes premiações por não flertar com as temáticas que a academia gosta. E sinceramente, esses filmes que ficam nesse meio entre "cinemão" e filmes de festival acabam por ser aqueles que marcam verdadeiramente a história do cinema.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Michael

    O filme é um longo videoclipe de 112 minutos sobre as memórias da geração que viveu os anos 90 em sua plenitude - '1997' é uma data repleta de simbolismos e significados, e a aquela certa "pureza" que os jovens da época tinham é muito bem retratada.

    Fotograficamente é um filme impecável e ideia (argumento) é bem interessante, o problema é que o roteiro é muito aquém do que poderia ser e as atuações não são boas o suficiente, o que não permite um boa carga emocional nas cenas importantes e impede esse filme de se tornar memorável, podendo ser até chamado de um "Conta Comigo" dos dias atuais.

    Outra coisa que atrapalha o filme é sua montagem, uma vez que o mesmo é exageradamente longo, sendo os primeiros 40 minutos somente um punhado de cenas em slow motion com muito 'Nu/Industrial Metal' (sendo sincero, se eu não curtisse pra cacete Rammstein esse inicio seria bem enfadonho). O correto aqui seria cortar o máximo de cenas desnecessárias fechando o filme com sua 1 hora e 20 minutos e sendo um candidato perfeito para passar na sessão da tarde.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Michael

    Ver George, Ralph e Lizzie juntos em Live Action arrebentando Chicago é algo emocionante!
    Me trouxe ótimas lembranças das dezenas de horas que gastei jogando o clássico 'World Tour' no PS1.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • saredes
    saredes

    Tô mais não, Michael. Mas o scary continua firme e forte.
    Valeu.

  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Sofia
    Sofia

    Comecei a ver one piece hahahah daqui a mil anos termino