Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/mutantemusica/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > mutantemusica
39 years (BRA)
Usuário desde Novembro de 2010
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"A função do crítico não é trazer numa bandeja de prata uma verdade que não existe, mas prolongar o máximo possível, na inteligência e na sensibilidade dos que o leem, o impacto da obra de arte."

André Bazin

Últimas opiniões enviadas

  • Fernando Gulacci

    Filme bem peculiar no que se refere a gênero, tem elementos de drama, crítica social, erotismo, e outros elementos diversos, sendo a comédia o elemento predominante. Essa diversidade pode ser positiva, porém aqui traz uma falta de clareza nos propósitos do filme. Nicolas Cage interpreta Peter Loew, um yuppie de Nova York com todos os seus clichês, já bem definidos na cultura dos anos 1980-90, que trabalha em uma agência literária .

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Após ser atacado em seu apartamento por um vampira chamada Rachel (interpretada por Jennifer Beals), Peter se transforma em um vampiro. Essa descoberta pouco a pouco leva o personagem a loucura, destruindo sua vida. Peter já profundamente perturbado, chega a matar uma mulher em uma boate, ao sugar o sangue dela com um dente de plástico (pasmem) e acaba morto pelo irmão de sua secretária, com uma estaca de madeira (pasmem), em um ato de vingança pelo sofrimento que causou a ela. Ao final do filme, Peter encontra Rachel em uma boate, uma mulher normal, indicando que desde o início tudo não passou de um grande delírio de uma mente perturbada

    "Um Estranho Vampiro" é um filme que funcionou para mim como uma comédia fora do convencional e, em alguns momentos, como crítica social "light" (Crítica ao capitalismo e das relações atuais de trabalho, situação de minorias, sátira dos yuppies americanos, etc). O humor do filme se deve muito a atuação do Sr. Cage, muito caricato e estranho, e completamente insano em alguns momentos. Não chegaria a recomendar para alguém, mas valeu a pena pela sua estranheza e humor.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Fernando Gulacci

    O roteiro e os diálogos são sofríveis, fica muito difícil qualquer suspensão de descrença. O único momento interessante foi a cena de orgia ritual, de resto, fraquíssimo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Fernando Gulacci

    A partir de um pequeno vilarejo na Itália, com um núcleo familiar como centro (oscilante), em "Amarcord" Fellini nos conta as muitas histórias das pessoas que moram neste local, e através destas histórias consegue abordar muitos dos temas centrais a nossa experiência como humanos: a família, os amigos, o desejo sexual, a infância, a morte, e diversos outros temas nos são apresentados através de sua visão rica e muito dinâmica, uma espécie de "caleidoscópio cultural italiano". Pendendo mais para a comédia, porém com suas pequenas e grandes tragédias, e pintado com cores fortes e vibrantes, temos aqui mais um belo filme deste grande diretor.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para Fernando Gulacci.