filmow.com/usuario/notthere/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > notthere
25 years
Usuário desde Abril de 2020
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • pedro

    se "american pie" fosse dirigido pelo todd solondz, mais especificamente em "felicidade", muito provavelmente sairia algo parecido com isso. saem de cena os adultos em crise de meia-idade, e entram adolescentes com problemas de adultos (tópicos que tendem a ser romantizados em filmes indies mais comentados, são abordados aqui e, se você espremer um por um, só sai cinismo). mesmo assim, diferentemente dos filmes do solondz, aqui o diretor tem uma linguagem bem pop, usando flashbacks de uma forma bem criativa, rompendo bastante com a sequência lógica esperada, o que permite que conheçamos cada personagem por um ângulo diferente. então, apesar de se tratar de uma visão bem pessimista de mundo, o filme usa essa "cara" mais acessível, escalando no elenco principal o então astro de "dawson's creek" como quem quisesse dizer: "eles ainda são adolescentes privilegiados, rostinhos bonitos, e não pessoas miseráveis que sofrem". e acho que é até por isso que eu gostei bem mais do que, sei lá, felicidade, do solondz, que está mais para "misery porn". parece mais honesto, menos maniqueísta.

    a "atração" do nome consiste em acreditar em algo, mas fazer exatamente o oposto, porque você só sabe se sabotar, se atrai pela ruína, e, o pior, se alimenta disso e busca isso.

    "eu só transei com ela porque estou apaixonado por você!"

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • pedro

    por mais "velozes e furiosos" com cenas de luta corpo a corpo, um pouco menos de carros rolando no asfalto (ainda que seja um deleite ver isso), e mais homens rolando no chão (se a cena da briga entre o brian e o roman fosse um pouco mais longa, seria quase uma releitura do embate em "eles vivem"). trocação de soco sem motivo algum entre duas personagens que estão do mesmo lado é um conceito legal, e devia ser mais explorado.

    esse filme ganha vantagem sobre o primeiro porque tem coadjuvantes melhores (suki <3) e o tyrese gibson tá mais solto e descolado que o vin diesel, mas em compensação senti falta do jeito mais direto do segundo.

    próxima parada: tóquio!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • pedro

    dentre todos os filmes aleatórios que eu vi, esse provavelmente ganhará um lugar no top 3. me pergunto quando gus van sant se tornou um diretor tão cafona. quer dizer, ele sempre teve um lado emotivo, às vezes com efeitos positivos, como em "gênio indomável", e às vezes com efeitos negativos, como em "procurando forrester", mas esse seu lado auto-ajuda nunca foi tão evidente.

    os atores estão convincentes, gosto do joaquin phoenix principalmente a partir da segunda metade (ainda que seja difícil levá-lo a sério com esse visual), mas quem rouba a cena, para mim, é o jonah hill. ganha meio ponto a mais pelas coadjuvantes de luxo kim gordon, carrie brownstein e beth ditto (van sant sempre teve bom gosto musical).

    jack black pode ser um cara muito legal, mas suas caras e bocas e aqueles gestos que ele faz com a língua só funcionaram em escola de rock (não gosto de alta fidelidade versão filme), por isso sua segunda aparição no filme, já sóbrio, conversando com o joaquin phoenix, é muito provavelmente o ápice da carreira dele como ator sério.

    p.s.: o ator sonny suljic, que vive o protagonista do ótimo anos 90, do jonah hill, faz uma ponta como um dos skatistas do bairro.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.