filmow.com/usuario/plainview84/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > plainview84
(BRA)
Usuária desde Março de 2014
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Uma apaixonada por cinema (e cultura pop em geral) que curte histórias que, de alguma forma, acrescentem algo que altere e enriqueça sua percepção sobre o mundo e a vida. Extremamente sensível e um tanto crítica, adora obras com algo relevante a dizer, sem preconceito de gênero. Valoriza enormemente os verdadeiros artistas que fazem do cinema algo ainda mais mágico e genial.
=)

--------------------------------------------------- <3

“A arte não é a imitação da vida; a vida é que é a imitação de alguma coisa transcendental com que a arte nos põe em contato”.
Antonin Artaud.

--------------------------------------------------- <3

"Temos a arte para não morrer da verdade."
Friedrich Nietzsche.

--------------------------------------------------- <3

"Parece que existe no cérebro uma zona específica, que poderíamos chamar memória poética, que registra o que nos encantou, o que nos comoveu, o que dá beleza à nossa vida."
Milan Kundera, A Insustentável Leveza do Ser.

--------------------------------------------------- <3

“Eu me interesso por filmes que me confrontam com coisas novas, por filmes que me fazem questionar a mim mesmo, por filmes que me ajudam a refletir sobre assuntos em que eu não havia pensado antes, filmes que me ajudam a progredir e avançar. Esses são os tipos de filmes que me interessam. Para mim, pessoalmente, penso que assistir a um filme que simplesmente confirma meus sentimentos é uma perda de tempo. Isso se aplica não apenas a filmes, mas também a livros e a qualquer forma de arte."
Michael Haneke.

Últimas opiniões enviadas

  • R.Plainview

    Um dos filmes mais subestimados do genial Martin Scorsese, A Época da Inocência é a prova de que ele é um dos diretores mais versáteis em Hollywood. Não é para qualquer um dirigir filmes tão distintos como Taxi Driver e The Age of Innocence sem deixar cair o nível de qualidade. O filme é conduzido de maneira suave e sutil, sem nunca se tornar cansativo. Scorsese sempre meticuloso e com uma técnica impecável: sempre me impressiono com sua maestria ao comandar uma produção e sua atenção do detalhe.
    Ademais, o filme é belíssimo e repleto de cenas e diálogos inesquecíveis: o desabotoar da luva, o beijo no sapato, a respiração nos cabelos, o "You gave me my first glimpse of a real life. Then you asked me to go on with the false one"; o que o tornam um dos mais românticos e lindos de todos os tempos.
    O roteiro é belíssimo e os diálogos maravilhosos assim como o design de produção e figurino (MEU DEUS! QUE LINDOS!). A trilha sonora só vem acrescentar, casando-se perfeitamente com cenário e figurino, tornando a obra ainda mais rica. O único ponto negativo é o voice over que poderia não se fazer presente em diversas cenas e deixar que os atores conduzissem a história em seu ritmo, deixando margem para a interpretação de seus atos.
    Falando em atuação, Winona Ryder entrega uma das melhores de sua carreira como a irritantemente fofa, doce e ingênua May Welland. Quanto a Michelle Pfeiffer, acredito que esse é seu melhor trabalho: uma atuação linda e intensa, uma construção de personagem maravilhosa. Ela consegue oscilar entre diversas emoções numa mesma cena, mostrando exatamente quão frágil e perdida Olenska está. Daniel Day-Lewis entrega o que considero sua atuação mais sutil e, infelizmente, a mais subestimada. Seu trabalho é simplesmente lindo: apenas com seu olhares, sorrisos e gestos discretos ele consegue nos mostrar tudo o que Newland sente ao ser aprisionado e oprimido e ter seus desejos castrados por uma sociedade conservadora e hipócrita. Paixão, dor, frustração, desespero, orgulho: tudo está evidente em seu rosto, sem a necessidade de palavras. Um trabalho lindo e emocionante. Merecedor de, no mínimo, uma indicação ao Oscar.
    The Age Of Innocence é um dos meus filmes mais queridos dentre todo o trabalho maravilhoso do gênio Scorsese. <3 <3 <3

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • R.Plainview

    "There are times when I look at people and I see nothing worth liking. I want to earn enough money I can get away from everyone."

    Entra ano, sai ano, não deixa de ser meu filme favorito! Esse ano foi o aniversário de 10 anos dessa obra-prima do gênio Paul Thomas Anderson. Um clássico que, em minha opinião, ainda figura como o melhor filme do século 21 e um dos melhores de todos os tempos. Sangue Negro é um desses filmes que fazem lembrar o que é cinema de verdade e a experiência transcendental que ele consegue proporcionar nessas ocasiões raríssimas em que tudo acontece de forma perfeita e todos os elementos do filme unem-se de maneira quase mágica para criação de algo genuinamente épico e inesquecível.
    Gratidão eterna aos gênios PTA e Daniel Day-Lewis: "The Master" em termos de direção e roteiro e o inigualável e eterno rei da atuação. <3
    Jonny Greenwood e Robert Elswit também merecem agradecimentos e elogios. <3

    "I'm finished!"

    PS.: Meu hype para Phantom Thread está atingindo níveis insanos! <3

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Cassiano
    Cassiano

    Haha... que legal! PTA é meu diretor favorito e a DC é minha editora predileta também de quadrinhos. rs

  • Daniela
    Daniela

    Oii. Eu não te conheço, mas gostaria!
    E que encanto esses teus favoritos, hein ^^

  • Alice Ayres
    Alice Ayres

    Poxaaa, que delícia um recadinho assim...

    Ameei sua seleção de favoritos!!! <3 <3 <3