Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > prigirl
31 years, Santa Catarina (BRA)
Usuária desde Fevereiro de 2010
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"Minha existência é uma sequencia continua, logo, tenho sido o que sou no período de tempo indicado" Sheldon Cooper/ TBBT

Últimas opiniões enviadas

  • Priscila Oliveira

    Eu particularmente adorei o filme, pois ultimamente os thrillers não tem me agradado muito, sinto falta da temática de premonição, jogos mortais, pânico, mestre dos desejos, etc. E esse filme meio que preencheu essa saudade. Não cheguei a ver o anime, talvez por isso pude avaliar as ideias que ele trás de forma mais subjetiva.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Priscila Oliveira

    Interessante a idéia do filme:

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Colocar uma mini-bomba inativa no pescoço dos vilões e os fazer marchar pra algo útil

    Pena que na prática seria mais complicado de controlar...

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Priscila Oliveira

    Não odiei o filme, mas ele com certeza não é um dos meus favoritos. É um bom filme de ação, mas Ben affleck não convence como Batman... o Batman que aprendi amar e que é meu herói favorito merecia ser melhor retratado e penso que um dos princípios dele que faz ser o personagem forte que é não o foi:

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    O Batman odeia armas de fogo, pq ele tem trauma delas, foi como seus pais foram mortos por isso ele enche de porrada os vilões, mas não os mata. Ele os entrega aos policiais e à justiça pra os julgar. É UM PRINCÍPIO DELE: NÃO MATAR. SENÃO ELE SERIA IGUAL AOS QUE MATARAM SEUS PAIS, FAZ PARTE DE SUA PERSONALIDADE E MODUS OPERANDI. Ele seria hipócrita se fizesse isso, ainda mais com armas de fogo. Há uma parte no resgate de Martha que vi uma sombra do Batman, porque ele luta e quem morre não é com bala na cabeça de propósito (como no início e em grandes partes do filme), mas apenas algo involuntário daquelas ações com varios vilões.

    Quanto a mulher-maravilha, minha filha, cadê sua roupa original? Mudaram tudo .-.

    Ademais, gostei da parte em que vemos como os super-heróis podem também se sentir impotentes e desanimados com a humanidade, foi muito bonita essa parte.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para Priscila Oliveira.