filmow.com/usuario/pseudokane3/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > pseudokane3
Moderador
37 years, Sergipe (BRA)
Usuário desde Dezembro de 2009
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

a + b = ?

Ou seja: não há nenhum filme que eu NÃO queira ver!

(WPC>)

Últimas opiniões enviadas

  • Wesley PC>

    Mesmo alguns amigos que, como eu, são devotos do diretor e roteirista, demonstraram-se enfadados com esta mudança de tom narrativo, esta saga tradicional dos dilemas burgueses de uma riquíssima e hipócrita família carioca. Seria desagradável se não houvesse um diferencial mui peculiar: o diretor fala sore lembranças íntimas e, como tal, é deveras agradável acompanhar este compartilhamento de banalidades tão caras a qualquer família tradicional, em que as traições e corruptelas justificam o adjetivo. Fernanda Montenegro demonstra as suas capacidades habituais e Priscila Rozenbaum apresenta-nos a uma personagem bem distinta daquela que costuma vivificar ao lado de seu esposo. Os atores infantis e caninos são ótimos e o roteiro não possui um desenvolvido rígido, é quase um apanhado de pequenas crônicas e lembranças esparsas. Mas curti. Não há julgamentos, apesar de algumas tomadas óbvias de partido: as pessoas nem são completamente antipáticas ou simpáticas, apenas são o que são (se bem que, como ricas e legitimadoras de uma prática ancestral de exploração, tendem ao expurgo ideológico, atravessado pela redenção insuficiente do afeto). Temia detestar, mas entrei na dança e curti. É sincero, e utiliza muito bem a canção-tema, apesar de as cenas em câmera lenta com música clássica serem mal delineadas. O melhor: não é uma traição de estilo deste magistral diretor. Pelo contrário, é mais um acerto de contas com seu passado! (risos) - WPC>

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Wesley PC>

    Muito válido que esta história real seja desvelada e merece aplausos a disposição de Oprah Winfrey em interpretá-la. Porém, a abordagem escolhida foi completamente equivocada e a direção é pesada, erra a mão: custava realizar uma biografia tradicional, contando o legado de sobrevivência e injustiças da família Lacks? Não, não, vamos apresentar os esforços reconstitutivos de uma jornalista abnegada e a bipolaridade induzida pelo descaso hospitalar/institucional numa mulher injustiçada. Tudo bem, esta segunda parte foi corajosa, expor as brigas e inseguranças da personagem Debra Lacks, mas a narração foi degringolada e a trama de descobertas esconde mais do que revela, infelizmente: a ideologia se renova, quando poderia ser quitado um débito antigo. Mediano, apenas. Mas entretenedor, ao menos. (WPC>)

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Wesley PC>

    As obsessões do diretor pelo humor besteirol enviesam provisoriamente a leveza deste filme (vide a cena em que o diretor aparece, como um pregador, e a personagem da funcionária estereotipada do Conselho Tutelar), mas a trama é t;ao graciosa, os protagonistas são tão simpáticos e a tragicomicidade é tão bem desenvolvida que, ao final, o riso é simpático e certeiro: filme fofo e bem-vindo, merece ser bem mais conhecido. Possui aquele charme neozelandês tão característico. A personagem da mulher que adota o Ricky é espetacular (pena que ela passe pouco tempo em cena). Muito bacana! (WPC>)

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Bruno Silvestre Silva de Souza
    Bruno Silvestre Silva de Souza

    Olá caro amigo Wesley,

    A parte ruim de se viver muito como você me disse antes são as perdas que se acumulam, lembra da fatídica segunda 30.07.2007 com as saídas de cena de Bergman e Antonioni? Esse sábado e domingo 14/15 de julho em 24 horas perdemos Milos Forman e Vittorio Taviani. A very sad bad weekend. RIP

  • Luiz Carlos
    Luiz Carlos

    Amigo, não sei se sabes, mas sou diretor de cinema, roteirista de cinema e diretor de arte de cinema. Esse aqui é um dos meus trabalhos. Um filme que eu escrevi e dirigi, tem 23 minutos. se puder assiste e me diga o que achou... Abraço. https://www.youtube.com/watch?v=MWKFxCyr480

  • Eduarda Graciano do Nascimento
    Eduarda Graciano do Nascimento

    Obrigada. :))