filmow.com/usuario/raissatoledo/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > raissatoledo
Recife (BRA)
Usuária desde Abril de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Raíssa Toledo

    Acho que inicialmente o que cativa é a curiosidade de qual rumo a história vai tomar, já que apesar da previsibilidade, queremos sempre saber o que se assemelha ou não ao conto original. Em segundo lugar o visual, cores, efeitos, tudo deixado pra ser um filme pitoresco, realmente mágico. Inclusive parece que é isso que os atores transparecem propositalmente, uma forte aparência ingênua que acaba refletindo no nível da atuação e vindo a exigir do público um olhar mais acriançado e simples.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Raíssa Toledo

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    Uma das últimas cenas, a interpretação de Agu sobre o que ele viveu e a atuação do ator... Pra uma criança é chocante a percepção que ele tem.
    "Estou pensando no meu futuro. Vi e fiz coisas terríveis. Então se eu for contar para você, isso vai deixar nos dois tristes. So queria ser feliz nesta vida. Se eu contar tudo, você vai achar que sou um animal ou o demônio. Sou tudo isso, mas também já tive uma mãe, pai, irmão e irmã. Eles me amavam."

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Raíssa Toledo

    GALERA QUE AINDA VAI ASSISTIR, cuidado ao ler alguns comentários abaixo... Pois contém spoilers ou dicas sobre o desfecho do filme que estão sem "spoiler alert"

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Raíssa Toledo
    Raíssa Toledo

    15/11 max e co
    16/11 a lista de schindler; the murder of princess
    18/11 amor sublime amor; operação valquiria

  • Raíssa Toledo
    Raíssa Toledo

    O sentimento do homem de ser um estranho no mundo, diz Sartre, leva a uma sensação de desespero, tédio, náusea e absurdidade.

  • Raíssa Toledo
    Raíssa Toledo

    De certa forma, Freud tinha dado a prova de que todas as pessoas são artistas. Afinal, um sonho é uma pequena obra de arte e cada noite criamos novos sonhos. (p. 470) Só que de repente todas as portas e gavetas do arquivo parecem se abrir. Tudo flui espontaneamente e então podemos escolher exatamente as palavras e as imagens de que precisamos. Isto acontece quando deixamos a porta do inconsciente entreaberta. Podemos chamar isto de inspiração, Sofia. E então temos a sensação de que aquilo que desenhamos ou escrevemos não veio de nos. (...) Podemos observar facilmente este estado inspirado em crianças que estão supercansadas. Neste estado, as crianças parecem mais acordadas do que nunca e começam a falar sem parar, tirando da memória palavras que elas ainda nem aprenderam. Só que é claro que elas já aprenderam. Acontece que essas palavras estavam "latentes" no seu consciente e só agora, quando o cansaço relaxa o policiamento e abole a censura, elas podem vir à tona.