Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.

filmow.com/usuario/renatolara39/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > renatolara39
29 years, Rio de Janeiro (BRA)
Usuário desde Outubro de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Eu não frequentei a escola de cinema. Eu frequentei o cinema!

Últimas opiniões enviadas

  • Renato

    O filme começa devagar, como que propositalmente, pra dar tempo de você se apegar ao roteiro e aos personagens, o que é obtido com exito, o resto flui naturalmente e genialmente.
    Daqueles filmes que deveriam passar ao menos uma vez por ano em rede aberta, e que agrada tanto ao publico que gosta de boas histórias, quanto traz a tona um problema mais que atual da nossa sociedade, que é o racismo. Sensacional.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Renato

    A história de Henry Barthes, serve apenas pra não tornar o filme cansativo, arrastado. Muito mais do que isso, além de expor problemas de depressão, o filme vai além, e nos coloca diante de um problema que pouca gente percebe, que é o todo o trabalho do professor. "O Substituto" deveria ser transmitido a tudo aquilo que envolve, ou não, a educação.
    Apesar do filme não ser Brasileiro, o filme nos leva a entender que o problema dos professores, aí se tratando de Brasil, vai muito além de uma má remuneração. Um professor não atua só no papel de ensinar, atua no papel de psicológo, e o quanto isso é capaz de mexer com o próprio professor, que não tem estrutura nenhuma pra isso, é escancarado aqui. O psicológico dos professores fica extremamente abalado com essa quantidade de trabalho que lhe é exposta, como ensinar, manter a ordem numa sala de aula, ouvir os problemas dos alunos (todo mundo deve saber como é altamente desgastante emocionalmente ouvir uma pessoa desabafando seus problemas), dar conselhos, acompanhar se aqueles problemas estão sendo extintos, etc.
    Um professor não merece "apenas" uma boa remuneração, merece toda uma estrutura, tanto física, que vai de academia, natação ou qualquer coisa que aumente sua resistência para uma carga horária muitas vezes complicada, até psicólogos, apoios para viagens com o intuito de expandir seu campo de pesquisa ou conhecimento, boa moradia... Enfim, se passássemos metade dos privilégios que tem no judiciário, já seria um bom começo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para Renato.