filmow.com/usuario/ribeiroeria/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > ribeiroeria
(BRA)
Usuária desde Julho de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Valéria

    O filme será uma adaptação de A vendedora de livros (The Bookseller), que em 2015 fez parte da lista de mais vendidos do New York Times, e é o primeiro livro da autora americana Cynthia Swanson. Terminei de lê-lo hoje e amei! Espero que o filme seja tão bom quanto o livro. :)

    No Brasil, A vendedora de livros foi o livro de junho (3º livro) da TAG inéditos, novo clube da TAG – Experiências Literárias, que é um clube de assinatura de livros fundado em 2014. Para conhecer a TAG, acesse: https://www.instagram.com/taglivros/

    A autora concedeu uma entrevista para o blog da TAG:
    https://www.taglivros.com/blog/entrevista-conheca-cynthia-swanson-escritora-por-tras-de-a-vendedora-de-livros/

    Chega logo 2019!!!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Valéria

    Adoro adaptações literárias e quando soube que esse filme era baseado em um livro pesquisei e encontrei o livro "Uma história meio que engraçada" (Its Kind Of A Funny Story) de Ned Vizzini. Li o livro e assisti o filme na Netflix. Gostei de ambos apesar das mudanças do filme (que sempre ocorrem, algumas boas e outras nem tanto assim).

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    No filme, parte da responsabilidade pela depressão do personagem é atribuída pelas expectativas do pai dele quanto ao programa de estudos de verão (algo assim). Entretanto, no livro não há pressão por parte do pai do Craig - além disso nem há o tal programa. Na verdade, estudar na Executive Pre-Professional High School - a melhor escola de Manhattan - é a maior parte do motivo por Craig ficar deprimido, pois embora tenha se esforçado MUITO para passar nessa escola, ele percebe que, ao contrário de seu melhor amigo Aaron, ele não consegue acompanhar o ritmo de estudos - que é extremamente puxado - sem surtar (a dificuldade em alimentar-se em casa, os vomitos...). No livro, assim que ele é internado ele passa a comer bem, quanto menos ele pensa nas inúmeras obrigações escolares, melhor ele se sente. É claro, que como no filme, ele não se cura, mas descobre como lidar com a situação através da arte com os mapas de cérebros. No livro, depois de conversar com a doutora ele conclui que deve mudar de escola e isso já tira a maior parte do peso em seus ombros. O autor do livro, Ned Vizzini, que lutava contra a depressão, passou 5 dias no setor de pacientes psiquiátricos adultos em um hospital no Brooklyn no final do ano de 2004 e, poucos dias depois de ter alta, começou a escrever o livro que foi terminado no início de janeiro de 2005. O triste é que ao contrário de seu personagem, o autor cometeu suicídio saltando do telhado da casa dos pais no Brooklyn no ano de 2013.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para Valéria.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.