filmow.com/usuario/ricardowski/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > ricardowski
(BRA)
Usuário desde Julho de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • ricardo

    Outubro está incluso na onda de movimento revolucionário cultural russo que acompanhou os acontecimentos políticos. Engraçado observar como neste filme, que se passa 10 anos após a revolução, Trotsky é retratado não diretamente como um traidor da revolução, já sob a batuta de Stalin, no comando da URSS.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • ricardo

    Dentre os filmes bíblicos que buscam tratar da história de Jesus Cristo esse é um dos que apresenta mais pontos interessantes para mim.

    Em primeiro lugar pela ideia de gravá-lo em aramaico, idioma do tempo da Judeia, com partes em latim, do império romano. Embora seja improvável que historicamente jesus tenha tido um diálogo em latim com Pôncio Pilatos essa busca de dar realidade a história através dessa retomada do idioma é interessante.

    Outro ponto que me chama a atenção é a fotografia que o Mel gibson diz ter se inspirado nos vitrais góticos das igrejas, e de fato resultou em belas imagens.

    Mel Gibson ainda retomou a pitada de anti-semitismo nesse filme, colocando os judeus como claros responsáveis pela morte de Jesus, coisa que em outros filmes desse tema é amortecida, culpando apenas uma pequena elite, fariseus, aqui o antisemitismo é claro, característico do Mel Gibson, que é um sujeito de caráter deverás duvidoso.

    E por último, a violência descarada nesse trajeto da via sacra, que aliás, é a única parte da trajetória de jesus tratada no filme, sendo esse um elemento que chama bastante atenção. Fui assistir despretensiosamente, sem vontade, por não ter interesse por essa temática religiosa cristã e acabei sendo surpreendido por esses elementos, me levando a ver outros filmes que tratam sobre a vida de cristo para comparar as maneiras de reproduzir os evangelhos no cinema.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • ricardo

    Excelente a crítica que o filme traz assim como a ideia central do seu roteiro. Tem tudo a ver com a realidade vivida nas cidades da américa latina. Em tempos que vivemos, particularmente, aqui no Brasil, percebemos inúmeras semelhanças com a história que esse filme se propõe a trazer. Desde a perpétua desigualdade suntuosa ao punitivismo dos sádicos justiceiros sociais.

    A trama também me lembrou bastante a grande obra que sou fã, Som ao Redor, principalmente no que se trata do isolacionismo da classe média e das elites, em sua tentativa de ignorar os problemas sociais, dentre eles a violência, achando que ao se isolarem em sua bolha estarão se livrando de tais ameaças, embora estejam para sempre fadados a lidar com o som ao redor que muros não podem parar.

    No entanto, apesar da ótima intenção que o filme tem, ele é mal executado. A ambientação é ruim e principalmente os atores são fracos, o que infelizmente não permite dar uma nota muito alta para o filme.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para ricardo.