filmow.com/usuario/rodrigoveninno/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > rodrigoveninno
32 years São Paulo - (BRA)
Usuário desde Novembro de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Rodrigo Veninno

    Eu não queria problematizar esse filme, mas é impossível. Primeiramente o protagonista é um cara extremamente antipático, não tem como torcer por ele. Tudo o que ele faz é errado e em proveito próprio. Ele se envolve com uma mulher e não revela a sua condição de casado. Depois, acaba rivalizando com o detetive que presta serviços para a sua empresa, apesar que esse detetive também não é flor que se cheire. Quando a bomba estoura, faz questão de dizer pra amante que ela não deveria ter procurado-o, meio que tirando o corpo da reta. E no final, mais uma vez age em benefício próprio e eu não senti nenhum pingo de arrependimento vindo da parte dele. E o que fode esses filmes noir é sempre os finais moralistas. Acho que a maior vítima do filme foi a amante e foi a que pagou o pato no final. Pra quem quiser passar raiva, assista.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Rodrigo Veninno

    Nesse filme, Ingrid Bergman interpreta uma mulher que leva um tiro do amante ao tentar terminar o relacionamento amoroso. Ela então, se torna vítima de um circo midiático que tenta desmoralizá-la. Após passar por esse processo doloroso, ela decide então mudar-se e recomeçar sua vida do zero, mas os fantasmas do passado irão atormentá-la em sua nova jornada. Achei o filme interessantíssimo em diversos aspectos e ainda é um filme bastante atual. Falou sem querer de relacionamentos abusivos e em como a vítima sempre é julgada moralmente pela sociedade e em como diversos traumas permanecem. Há também uma história paralela de romance que parece ser óbvia e previsível (e é), mas é abordada de outra maneira e acaba sendo muito interessante. Ingrid como sempre espetacular. Sabia dar uma performance dramática, mas não exagerada. Há diversas cenas em que a gente se identifica tanto com a personagem. Percebi que esses filmes suecos dela, as personagens são bastante complexas e humanas. Aliás os personagens desse filme são humanos e não há pessoas completamente boas ou pessoas completamente ruins, a começar pela protagonista, que sofre um grande trauma, mas em determinados momentos do filme, possui uma conduta um tanto questionável.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Rodrigo Veninno

    Eu amo o remake desse filme, "Um Rosto de Mulher", estrelado por Joan Crawford (quase que Greta Garbo fez esse filme, mas ficou com medo de ser "hostilizada" por fazer uma personagem tão antipática a princípio e acabou recusando) e dirigido por George Cukor. Depois que descobri que havia uma versão anterior e estrelada por Ingrid Bergman, uma das minhas atrizes favoritas, fiquei louco para assistir, mas demorou anos pra conseguir, mas finalmente a hora chegou. Pra quem gosta de ficar comparando versões, é um prato cheio. A história é a mesma, porém em determinados momentos cada versão tem um rumo diferente. Talvez a versão original seja mais completa, mais dramática e também mais realista. A versão hollywoodiana, acabou condensando algumas coisas, mas mesmo assim é um filme que eu adoro muito (está entre os meus favoritos estrelados por Joan Crawford). Como era de se esperar, Ingrid Bergman está estupenda: tanto ela quanto Crawford souberam conduzir uma personagem complicadíssima, já que a personagem começa o filme completamente má e sem nenhum motivo que faça a gente torcer por ela, mas conforme o filme vai desenrolando, percebemos que a personagem é marginalizada por sua aparência e é uma pessoa amarga por não ter recebido carinho em toda sua vida. Após conhecer um médico que está disposto a ajudá-la, a vida de Anna Holm, muda em partes, já que seu passado está ali presente consigo sempre a atormentando. Na versão posterior não existe muito essa ênfase, já aqui ela é bastante explorada e o filme torna-se irresistível. Ingrid deixou (propositalmente ou não) uma leve impressão de que a personagem havia mudado sua personalidade, mas carregava consigo ainda toda a amargura do passado e isso casa com a proposta do filme. O final é muito diferente da versão posterior e mesmo assim é sensacional. Eu já imaginava que ia gostar desse filme, mas ele acabou me surpreendendo mais do que eu imaginava.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Erika
    Erika

    Rodrigon <3

  • Suellen
    Suellen

    Ô meu querido...e eu nem sabia que podia receber mensagem akee! KKKK
    Nossa como sou lesa. Xero pa tu.

  • Elen Oliveira
    Elen Oliveira

    passei rapidinho no face, só pra dá uma stalkeada na filhota, e vi q hoje é seu niver. sabe... te conheço a pouco, como amigo, mas já te acompanhava por aqui... sempre via seus comentários e seu amor rasgado pela golden age e SEMPRE te admirei! quando vc me fez a solicitação de amizade fiquei rindo q nem boba aqui sozinha... rs e hoje é um dia especial na sua vida, o dia q vc deu seu primeiro suspiro! o dia q Deus escolheu pra te trazer a esse mundo e fazer parte de nossas vidas, o dia da felicidade. :)
    parabéns querido! q hoje seja um dia de bençãos sem limites sobre sua vida! felicidades a montes sobre ti!
    o chato é q quem ganha o presente sou eu por te ter na minha vida, e o único q posso te dar é meu carinho sincero. receba. please!
    grandes coisas ainda acontecerá em sua vida! um felling sabe... acredite!

    bjo ♥

    ps. preferi dizer por aqui, vc já tá cheio de felicitações no face. menino pop! =P

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.