filmow.com/usuario/sem_registro/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > sem_registro
(BRA)
Usuário desde Maio de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"Não é demonstração de saúde ser bem ajustado a uma sociedade profundamente doente." - Zeitgeist Addendum
-
"O Homem só será livre quando o último rei for enforcado nas tripas do último padre." - Denis Diderot
-
“There is a fear about sex in motion pictures, as if sex would undermine morality.” - Paul Verhoeven

Últimas opiniões enviadas

  • Jonathan Silva

    PAPAGAIADA DEMAGÓGICA CRISTÃ

    Bem que eu queria ter gostado desse filme que é co-produção entre França, Alemanha e Inglaterra, com elenco dos três países, falado nos três idiomas e com atores de todas essas nações, se destacando o 'núcleo alemão' do elenco (com os ótimos Daniel Brühl e a Diane Kruger do excelente "Em Pedaços", ambos em começo de carreira). Mas não deu: é só uma papagaiada demagógica de apelo (meio velado) pró-cristão, pra colocar a religião como 'fator de união' enquanto o nacionalismo de cada país seria 'fator de divisão'.

    Sinceramente, não caio nessa, acho a mensagem ingênua e especialmente hipócrita se vista agora, a míseros 15 anos após o lançamento do filme. Senão, vejamos como estão os três países: boa parte do povo da Inglaterra quer sair da União Europeia, o governo Macron está nas cordas por conta dos 'coletes amarelos' (com a possibilidade da extrema-direita linha Le Pen assumir no lugar) e o governo Merkel também vai perdendo espaço para os neonazistas locais. Cadê a patacoadinha da 'fé cristã que une os povos'? Os interesses materiais e geopolíticos acabaram se sobrepondo e já já vão rolar treta interna de novo na Europa ocidental.

    Toda a história do filme é passada na Primeira Guerra Mundial, o que daria uma boa oportunidade pra fazer um filme esteticamente bom. E consegue ser no figurino, mas a cenografia é de mesmice, só fronts na neve. Acho difícil de engolir que a história da trégua na noite de natal foi tão simples quanto é apresentada no filme, apesar de ser inspirado numa história real. Deve ter sido mais tenso que aquilo, sobretudo no começo - e também deve ter sido mais difícil pra tanta gente inimiga 'se enturmar' logo que ergueram a bandeira branca.

    Não é um filme de todo mal, mas é ingênuo e tem um monte de personagens pouco interessantes, com dramas pessoais com os quais não nos importamos, ou pouco ficamos sabendo deles. E não adiantou muito a ladainha da "paz natalina", já que não mudou absolutamente nada na prática e logo depois dela vieram mais vários anos de guerra e mortes...

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jonathan Silva

    Um bocado de gente malhou esse filme por conta de integrar o elemento do sexo explícito dele pra contar uma história de romance com começo, meio e fim (tipo "9 Canções"), ou então foram pro extremo oposto fizeram um estardalhaço marketeiro por conta do plano supostamente 'iconoclasta' do close na ejaculação em 3D.

    Nem tanto ao mar, nem tanto à terra: "Love" é um filme até legalzinho e acima da média do diretor do bom "Irreversível", no qual o elemento do sexo explícito é perfeitamente compatível com a proposta do enredo. É só não ser uma beata impressionável demais, nem esperar que seja a mesma coisa que um filme pornô 'puro', que a experiência vai ser desfrutável, principalmente porque é esteticamente um filme bom (sexo é um ato de beleza, afinal).

    Como eu venho de uma longa admiração por gente como Paul Verhoeven, fase holandesa incluída, não fico 'escandalizado' por conta do sexo na tela e acho normal. Uma pena que o filme não tenha um roteiro mais elaborado e o elenco seja dramaticamente fraco, em especial o ator. Mas o catálogo de lembranças sexuais dele no flashback com a ex-namorada é bacana e tem sim alguma emoção, que pe materializada na relação carnal. Se você não for um religioso fundamentalista que vai ficar fazendo c* doce por conta de imagens de sexo, pode assistir que o filem tem seus encantos.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Jonathan Silva

    Decepcionante esse longa coreano, de um país que nos legou joias como "Oldboy" (pra mim o melhor filme do século até aqui) e "Eu vi o Diabo", entre muitos outros. O diretor Lee Chang-dong também tem ele próprio alguns filmes bons no seu currículo, como "Oásis". Por isso, é uma pena que o único filme dessa escola coreana a conseguir chegar perto do Oscar (premiação que historicamente esnoba o país) seja esse "Em Chamas", que é chato pra cacete e conforme a projeção avança vamos tendo que admitir que vai do nada a lugar algum.

    Tem um elenco até esforçado, incluindo aí o ator que faz o Glen de "Walking Dead', falando em seu idioma nativo como um playboy meio psicopata. Mas quando veio a revelação de qual é o tal "hobby catártico" dele - o que demora bastante pra acontecer - já comecei a torcer pro filem acabar de uma vez. Duas horas e meia pra não dizer nada com nada e muita filosofada nas supostas "imagens poéticas do por do sol" ou coisa do naipe.

    Vá ver outros filmes da Coreia do Sul que é mais negócio.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Murilo
    Murilo

    esse filme é a prova que tem muita gente no cinema brasileiro que não passam de maconheiros que nunca leram livros o suficiente, leram paulo freire e karl marx, vivem na caverna de platão (em uma bolha social) só sabem idolatrar drogas, aborto, e tudo que é anti cristão e tudo que deu certo no mundo, vivem em cima de vontades, não raciocínam, só sabem pagar de moralistas, defendem desarmamento mas tem seguranças armados. se acham os gostosões mais são os que mais mamam no estado (depois dos poltíicos)
    os mesmos que chamam o Bolsonaro de machista mas cospem em artistas que não concordam com ele. lei rouanet desvia dinheiro do imposto de renda e faz os pobres pagarem MAIS IMPOSTOS!! https://www.youtube.com/watch?v=U7JKYxR0PMQ
    petistas sofrem de síndrome de estocolmo, apoiar um partido que fez os maiores esquemas de corrupção do mundo te roubando, financiou e imprestou BILHÕES para países com ditaduras comunistas e terroristas islamicos pelo mundo. Dilma conseguiu envergonhar o Brasil onde ia com seus discursos sem sentido, a mulher não consegue concluir uma frase com começo meio e fim, karl marx foi um vagabundo que nunca trabalhou na vida e era anti-cristão, homofógico, doutrinador das ideologias comunismo e socialismo (ideologias que mais mataram no mundo) karl marx foi o segundo anti cristão que mais fez mau ao mundo, o primeiro foi maomé que aplica uma religião que faz os muçulmanos apedrejar mulheres até hoje!!

  • Renato Reis Leme
    Renato Reis Leme

    Olá Jonathan, tudo bem? Saberia me apontar algum meio de obter uma cópia de Storm Center? Se isto não for um problema, claro. Gostaria muito de assistir a este filme. Muito obrigado!

  • André
    André

    Eae, blza?! Te add aqui pq eu acho sua filmografia de filmes políticos muito boa e seus comentários muito bem colocados.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.