filmow.com/usuario/thomcunhaa/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > thomcunhaa
(BRA)
Usuário desde Agosto de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Thomaz

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    - Que lisonjeados são vocês. Sabe, quando eu menos esperava… A natureza tem maneiras astutas de descobrir nossos pontos fracos. Apenas se lembre que eu estou aqui. Por hora, talvez você não queira sentir nada… Talvez você nunca precise sentir nada. E… Talvez não seja comigo que você queira falar sobre essas coisas, mas você obviamente sentiu algo. Vocês têm uma bela amizade. Talvez mais do que uma simples amizade. E eu invejo você. No meu lugar, meus pais gostariam que toda essa história acabasse. E rezariam para que seus filhos saíssem ilesos disso. Mas eu não sou esse tipo de pai. Nós tiramos tanto de nós mesmos pra nos curarmos das coisas mais rápido… que vamos à falência aos 30 anos. E temos menos a oferecer cada vez que recomeçamos com uma nova pessoa. Mas forçar a si mesmo a não sentir nada… para não sentir nada… Que desperdício! Falei algo que não devia? Então vou dizer mais uma coisa. Isso vai esclarecer as coisas. Eu posso ter chegado perto, mas eu nunca tive o que vocês dois tiveram. Alguma coisa sempre… me segurou… ou ficou no meu caminho. Como você vive a sua vida é da sua conta. Só… lembre-se: nossos corações e nossos corpos nos são dados uma única vez. E… antes que você perceba, seu coração está desgastado. E quanto ao seu corpo… chega uma hora que ninguém olha pra ele… e muito menos quer chegar perto dele. Neste momento… há tristeza. Dor. Não a mate… e não mate também a alegria que você sentiu.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Thomaz

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    "Então me diz o que acontece quando Beethoven está escrevendo a 9ª Sinfonia e de repente acorda um dia e percebe que Deus não existe. De repente, todas as notas, acordes e harmonias, que tinham a intenção de transcender a carne, você percebe que "são parte da física". Então Beethoven diz "Caramba, Deus não existe, então acho que escrevo para outras pessoas, são apenas porcas e parafusos agora". [...] Construímos nosso legado e talvez o mundo todo se lembre ou talvez apenas algumas pessoas, mas fazemos o possível para continuarmos depois de partirmos. Então ainda lemos esse livro, ainda cantamos essa música, as crianças se lembram dos pais e dos avós e todos têm sua árvore genealógica, e Beethoven tem sua sinfonia, e nós também. E todos continuarão ouvindo no futuro próximo. Mas... é aí que as coisas começam a desmoronar. Porque seus filhos vão morrer. Todos morrerão, e os filhos deles também e assim por diante. E então haverá uma grande mudança tectônica, Yosemite explodirá e as placas ocidentais mudarão e os oceanos subirão, as montanhas cairão e 90% da humanidade desaparecerá. Uma queda precipitada. É apenas ciência. Quem sobrar irá para as partes altas e a ordem social acabará e regrediremos a caçadores e necrófagos e coletores, mas talvez sobre alguém... alguém que um dia cantarole uma melodia que costumava ouvir. E isso dará a todos um pouco de esperança. A humanidade chega à beira do fim, mas consegue seguir porque alguém ouve outro alguém cantarolar uma melodia numa caverna e a física disso no ouvido deles os faz sentir algo além de medo ou fome ou ódio e a humanidade prossegue e a civilização retorna. [...] Em alguns bilhões de anos o Sol se tornará gigante e eventualmente engolirá a Terra. Isso é fato. Talvez até lá tenhamos nos estabelecido em outro planeta. Bom para nós. Talvez descubramos um jeito de carregar conosco tudo o que importa. Conseguem uma cópia da Mona Lisa, alguém vê e mistura poeira alienígena com cuspe, pinta algo novo e as coisas prosseguem. Mas nem isso importará. Mesmo que alguma forma de humanidade carregue uma gravação da 9ª Sinfonia de Beethoven até o futuro, o futuro atingirá uma parede. O universo continuará expandindo e eventualmente levará toda a matéria com ele. Tudo por que lutou, tudo o que você e algum estranho do outro lado do planeta compartilharam com um estranho do futuro num planeta diferente, sem nem saber, tudo o que te fez sentir grande ou poderoso, tudo acabará. Todo átomo nesta dimensão... será destruído por uma força simples e todas essas partículas retalhadas se contrairão novamente e o universo vai se juntar numa mancha pequena demais para notarmos. Então, pode escrever um livro... mas as páginas queimarão. Pode cantar uma música e passar adiante. Pode escrever uma peça
    esperando que alguém lembre e continue apresentando. Pode construir sua casa dos sonhos... mas no final nada importará mais do que enfiar a mão na terra para colocar uma cerca. Ou... ou transar."

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Thomaz

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    -Eu li seu ensaio da faculdade, você claramente ama Sacramento.
    -Eu amo?
    -Bem, você escreve sobre a cidade,com tanto carinho e cuidado...
    -Eu estava apenas descrevendo.
    -Bom, pareceu amor.
    -Claro, acho que presto atenção.
    -Não acha que talvez sejam a mesma coisa? Amor e atenção?

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse https://filmow.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento https://www.facebook.com/events/250416102068445/

  • Fabricio Moretti
    Fabricio Moretti

    Ta aceito! Dez dos seus favoritos, são favoritos meus tambem hahahah

  • Anderson R. M. de Almeida
    Anderson R. M. de Almeida

    Bem-vindo aos amigos!