filmow.com/usuario/tiagocarioca/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > tiagocarioca
32 years, Niterói - RJ (BRA)
Usuário desde Março de 2014
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

"A anarquia ostenta duas faces. A de Destruidores e a de Criadores. Os Destruidores derrubam impérios, e com os destroços, os Criadores erguem Mundos Melhores." (V de Vingança)

"Por mais que na batalha se vença um ou mais inimigos, a vitória sobre si mesmo é a maior de todas as vitórias" (Buda).

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu. Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito. Não acredite em algo simplesmente porque esta escrito em seus livros religiosos. Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade. Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração. Mas depois de muita análise e observação, se você vê que algo concorda com a razão, e que conduz ao bem e beneficio de todos, aceite-o e viva-o." (Buda)

Últimas opiniões enviadas

  • Tiago

    Ficou aquém das minhas expectativas. O humor funciona pouco e ficou claro que tentaram copiar O auto da compadecida. Afinal, a história não deveria se passar em Minas (o sotaque é caipira, aquilo nao é no Nordeste)? Tive a impressão de que plagiaram demais o Suassuna e ficou uma mistura caricata e pouco funcional de Minas com o Nordeste. O filme não tem uma alma, uma cara própria. O Malasartes parece uma cópia do João Grilo. Só que menos engraçado e empático. Não fosse a boa atuação do Jesuíta, seria até sem graça.
    Tirando as ótimas atuações do elenco e os efeitos especiais, o resto não impressiona. Poderiam também ter trabalhado melhor o roteiro. A história é tão simples e sem criatividade. Afinal de contas, no que o Malasartes foi tão esperto assim? Ele não fez nada de mais durante o filme todo. Não há reviravoltas, nada que te prenda na cadeira.
    Faltou ousadia em criar algo mais ousado, novo e criativo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Tiago

    Esperava mais do filme devido ao que tinha ouvido falar. Não é um filme lá muito criativo e nem achei muito emocionante também. O começo da história é insuportavelmente chato. Toda a parte das amazonas no início é esquisita, com um enredo infantil. Parecia Percy Jackson. Quando finalmente saímos daquela ilha enfadonha, a história melhora. Mas algumas coisas me incomodaram.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    A personagem em tese é uma pacifista, mas ela não hesita em massacrar soldados na cena da Terra de Ninguém. Alguém pode argumentar que numa guerra se mata inocentes, mas alguem que busca a paz nao poderia tomar partido de um dos lados. Por que ela lutou ao lado dos anglo-americanos? Os solados alemães que estavam nas trincheiras mereciam a mesma compaixão dos soldados britânicos, não? A cena foi completamente doida e deixou a personagem parecer uma louca.
    É importante lembrar que na Primeira Guerra Mundial, a Alemanha não era nazista. Não tem colocá-la como vilã, como se faz nos filmes sobre a Segunda Guerra. O filme põe os anglo-americanos como mocinhos desde o início e, apesar da revelação posterior que Ares estava infiltrado entre os Aliados, Diana não mata um único britânico o filme todo. Ela só mata os alemães. Aliás, são os alemães que são os malignos que criam a tal arma de destruição em massa e é claro que o americano mocinho é o altruísta que salva o dia. A mensagem do filme deveria ser que a guerra é sempre ruim e que todos, independente da nação, podem ser corrompidos. Mas a narrativa do filme destruiu a intenção original, pois o maniqueísmo dos vilões x mocinhos se manteve.
    Não deixa de ser involuntariamente ironico que a atriz Gal Gadot interprete alguém que defende a paz, quando ela defende o exercito de Israel (mas isso não prejudica minha avaliação do filme, é apenas um comentário meu).


    Enfim, é um filme normal. Nao é maravilhoso, mas não é um desastre. Muito maniqueísta pro meu gosto e a mensagem pacifista ficou prejudicada pelo desenvolvimento da história, o que tornou a protagonista muito contraditória.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Alex Gonçalves
    Alex Gonçalves

    Tiago, saudações cinéfilas!
    Como vai?

    Gostaria de convidar você para conhecer o meu canal no YouTube, Cine Resenhas, por Alex Gonçalves. Caso curta os vídeos, também faço o convite para se inscrever, pois o conteúdo é totalmente independente e o apoio vindo com as novas inscrições é essencial para mantê-lo.

    Link do canal: www.youtube.com/c/CineResenhas

    Obrigado pela atenção. ;-)

  • Alan Guimarães
    Alan Guimarães

    Tiago, fiz isso pra lista não ficar uma bagunça, prefiro mais organizada assim.

  • Alan Guimarães
    Alan Guimarães

    Oi, Tiago, e aquelas sugestões que você ia me dar de filmes históricos asiáticos? E você leciona em Niterói ou no Rio? Aguardo resposta. Abraços.