filmow.com/usuario/tmtyf/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > tmtyf
(URY)
Usuário desde Janeiro de 2015
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • HS

    Por opção, fui assisti-lo há pouco sem saber nada além do básico que todo mundo sabe sobre a franquia, já que não assisti nenhum dos filmes anteriores.

    Talvez por isso, me senti positivamente impactado pela grande maioria das partes do filme, principalmente pela personagem da Jamie Lee Curtis que se mostra, desde o princípio, uma adversária ao Michael Myers e não necessariamente uma vítima (a sequência final resume bem isso).

    Quanto a parte técnica o filme homenageia bastante o modo de filmagem dos anos 70, com diversas e belas cenas que a câmera é parada e os personagens que se movimentam intensamente.

    Talvez após ver os outros a minha percepção mude em relação a esse filme, mas achei o saldo positivissimo.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • HS

    Falar que BoJack Horseman é a série original da Netflix mais subestimada da história é chover no molhado. Dizer que BoJack subverte mais uma vez a narrativa, também. Definir a série como engraçada, triste e genial é quase como dizer que os dias são claros e as noites, escuras.

    O que dá pra dizer de novo é que está cada vez mais difícil dizer sobre o que é a série. Sou daqueles que faz propaganda da série aos amigos e cada vez mais percebo que é difícil demais dizer o porquê BoJack é tão necessária de ser assistida por todo mundo.

    O que dá pra dizer desta temporada é que Raphael Bob-Waksberg e seus roteiristas chegaram em um nível de narrativa em que todos os personagens já podem ser considerados principais. Todos os personagens têm seus momentos de alegria, tristeza, reflexão e, principalmente, sua história para contar. E todos chegam ao ponto comum dessa temporada: como lidamos com aquilo que queremos, aquilo que fazemos e, talvez o mais importante de tudo, como nos responsabilizamos pelas consequências de tudo isso?

    Talvez, no fim das contas, um bom jeito de recomendar a série é dizer que ela é, acima de tudo, surpreendente. Mesmo para quem a acompanha religiosamente há quase cinco anos, ela ainda dá um jeito de surpreender, pois, apesar de seu visual baseado em animais, é uma das séries mais humanas que já pude assistir, afinal, o que pode ser mais surpreendente do que o ser humano?

    Eu não faço a menor ideia do que esperar para a temporada 6. E isso é maravilhoso!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • HS

    Voltado 100% a quem acompanha a categoria com frequência.

    Sem saber o histórico de 2015-2017 da conturbada parceria entre McLaren e Honda, aproveita-se pouco.

    Para aqueles que acompanham, dá um pouco, muito pouco, de como foram os bastidores das dificultades apresentadas pela McLaren logo nos testes de Barcelona em 2017. Não ficam tão claras algumas situações, já que o foco é muito mais no desenvolvimento do carro no início de 2017 e depois há um salto temporal para o final de semana do GP de Cingapura, onde a McLaren anunciou a parceria com a Renault, mas ainda assim é possível perceber os receios de toda a equipe quando algumas coisas começaram a não dar certo com a Honda logo na construção do bólido.

    De uma forma geral, não acrescenta tanta coisa a quem é fã, pois o tempo de duração é curtíssimo, mas, para quem é fã, é sempre bom ver um documentário da F1 e esse pode fazer parte dessas listas de que vale a pena ser visto.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Nenhum recado para HS.

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.