Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > veictor
Moderador
26 years Brasília - (BRA)
Usuário desde Fevereiro de 2010
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Últimas opiniões enviadas

  • Victor Santana

    [Revisão] Conversas sobre "pegar mulher", mulher "se fazer de difícil", ser histérica e ciumenta, sobre futebol, política, etnia, sobre o cara que deve ser gay porque "olha estranho", sobre "quanto mais gay melhor, sobra mais" e bissexuais não terem problemas sexuais...

    E a câmera, que tenta desviar desses assuntos, venera tanto o pênis desses caras! Não pode faltar mais a agora famosa cena dos caras jogando com joystick perto do pau.

    "Eu não tenho mais nenhuma cueca.
    Não importa. (Tira a toalha)
    Vou para a cama assim."
    Ah, tá.

    Toda a tensão entre o Fer e o German não se justifica, para mim não deu, deu sono, e quase não há música, mas é pontual, me fez despertar da monotonia.

    Para finalizar,

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    eles só ficam (ou conseguem ficar?) quando todos vão embora.

    Entendo que o filme provoca bastante o expectador com nudez e o trabalho como fotógrafo do Martín Farina é incrível, mas não vai além disso, o argumento e os protagonistas são fracos!

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Victor Santana

    Sem dúvida o filme mais plausível do Berger, considerando que parte da filmografia dele está envelhecendo mal e o mais novo, Taekwondo, é especialmente ruim, dá um alívio reencontrar a criatividade presente nos curtas lá do início. A direção de arte aqui é ótima, passa longe do básico da maioria dos filmes dele e, finalmente, as personagens femininas (que são muitas, incluindo a protagonista) não são robôs sem história ou coração.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Victor Santana

    Nada aqui soa novo ou diferente, exceto talvez a construção do personagem Ned e um pouco da condução do retrato do bullying. As pequenas subversões (se é que se pode chamar assim) não têm a importância que o filme acha que passa.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.