Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > wendellx
35 years (BRA)
Usuário desde Junho de 2011
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Formado em Letras pela URCA em 2005. Um alucinado por tudo o que envolve o cinema, desde os principais filmes que fizeram e fazem a sua história, até aqueles filmes Trash ou caseiros feitos por amadores e outros apaixonados pela sétima arte. Sou editor do blogue: http://contraodia.blogspot.com
http://about.me/wendellborges
https://www.youtube.com/user/wendellx

Últimas opiniões enviadas

Todas (103) / Filmes (97) / Séries (2) ver mais
  • Wendell Borges

    O conflito entre as coreias e seus respectivos sistemas econômicos e políticos já vem rendendo bons filmes que mesmo que não abordem diretamente este conflito, de forma simbólica acabamos construindo as nuances de interpretação entre a vida no sistema capitalista e a vida em sistemas comunistas ditatoriais. Neste "Bedevilled", o diretor Chul-soo Jang e o roteirista Kwang-young Choi constroem uma tensa e intensa narrativa envolvendo duas jovens amigas de infância, uma ferrenha e fria capitalista e uma camponesa pobre e com sérios conflitos emocionais. Elas se reencontram após vários anos e então a chegada da jovem capitalista à ilha de camponeses, acaba mudando para sempre a vida das duas.
    http://www.arquivoxdecinema.blogspot.com.br/2015/03/bedev...

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Wendell Borges

    A tal da purgação levada ao extremo em um dia no qual é permitido matar, roubar e por meio da violência extrema extravasar todo o ódio contido. A ideia logicamente absurda deve ser levada em tom alegórico neste filme do diretor e roteirista James DeMonaco, que apesar dos clichês consegue controlar o clima de suspense até o final. A boa atuação de Ethan Hawke e Lena Headey também ajudam a segurar o interesse do espectador. http://arquivoxdecinema.blogspot.com.br/2014/09/uma-noite...

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Wendell Borges

    Este longa do polêmico diretor argentino Gaspar Noé (1963) é de uma virtuosidade impactante e nos joga para o meio de uma relação quase incestuosa entre dois irmãos, ele um jovem traficante de drogas e ela uma dançarina Stripper. A trama se passa na capital do Japão e aproveita as luzes fosforescentes e os neóns para embalar a vertiginosa viagem em câmera subjetiva que por vezes chega a causar náuseas no espectador. Noé ficou conhecido depois do polêmico filme francês Irreversível lançado em 2002.

    http://arquivoxdecinema.blogspot.com.br/2011/11/enter-voi...

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.